Iphan dá início a obras de restauração em quatro municípios baianos

Propaganda

Cerca de R$18 milhões serão investidos pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico (Iphan) para a preservação de importantes bens do patrimônio cultural da Bahia. Serão quatro cidades beneficiadas – Santo Amaro, Maragogipe, Itaparica e São Félix – com obras de restauração de cinco bens, que serão iniciadas a partir da próxima segunda-feira, dia 05 de fevereiro, quando serão assinadas as respectivas ordens de serviço.

Em Santo Amaro, será iniciada a restauração da antiga Casa de Câmara e Cadeia, edifício construído em 1769, e que abrigou a cadeia pública e a Imprensa Oficial da antiga vila. Tombado pelo Iphan desde 1941, o prédio é hoje sede da Câmara de Vereadores e da Prefeitura Municipal de Santo Amaro. Além do restauro integral do edifício, a obra prevê também a restauração do acervo de bens móveis e integrados ao monumento, com previsão de investimentos de quase R$4 milhões.

Maragogipe, por sua vez, receberá a obra de restauração da Igreja Matriz de São Bartolomeu, contando com previsão de investimentos de mais de R$6 milhões. Também tombado pelo Iphan desde 1941, o templo foi construído em meados da década de 1650 e receberá ordem de serviço para o início de seu restauro arquitetônico, mas também de seu rico acervo de bens móveis e integrados.

Já no município de Itaparica serão iniciados os trabalhos de restauração da Igreja Matriz do Santíssimo Sacramento e da Igreja de São Lourenço, somando recursos de R$6,4 milhões. Pontos marcantes e simbólicos da cidade, os dois templos serão restaurados em conjunto, assim como seus acervos. A obra da Igreja Matriz, além da restauração, também inclui a instalação de um auditório, voltado às atividades litúrgicas e outros usos.

O município de São Félix receberá recursos de R$1,2 milhões, destinados à restauração emergencial do Paço Municipal. O edifício, que abrigava a sede da Prefeitura Municipal e também é parte do conjunto protegido pelo Iphan como patrimônio cultural, receberá intervenções após o desabamento parcial do forro de cobertura do pavimento superior, visando sua estabilização e a restauração de elementos decorativos, pinturas artísticas e outras instalações prediais.

A solenidade para assinatura das ordens de serviço será realizada na Casa dos Sete Candeeiros, sede da Superintendência do Iphan na Bahia, com a presença da presidente do Iphan, Kátia Bogéa, do diretor de Projetos Especiais do Iphan, Robson de Almeida, do superintendente do Iphan na Bahia, Bruno Tavares, e os prefeitos dos referidos municípios.

IPHAN



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: