Setur-BA propõe dois novos roteiros turísticos no Subúrbio Ferroviário de Salvador

Ainda pouco explorado pelo setor turístico, o Subúrbio de Salvador tem grande potencial para atrair e encantar baianos e visitantes. Rodeada pela Baía de Todos-os-Santos, essa parte da Cidade Baixa reúne atrativos históricos, naturais, religiosos, culturais e gastronômicos. 

Para promover a região, a Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA) apresentou, nesta sexta-feira (13), no Parque São Bartolomeu, a proposta de dois roteiros turísticos que contemplam o Subúrbio. Representantes da Secretaria Estadual de Cultura (Secult), do Batalhão de Policiamento Turístico da PM (Beptur), do trade e de entidades comunitárias participaram do evento. 

O roteiro “Sabores e Vivências do Subúrbio” indica a visitação ao Parque São Bartolomeu. Com trilhas e cachoeiras, o local sagrado é usado em cultos de  religiões de matriz africana. Já abrigou tribo indígena e quilombo, além de ter sido um dos palcos da luta pela Independência da Bahia. O passeio inclui ainda o Santuário Santa Dulce dos Pobres, a Igreja de Nossa Senhora de Escada, o pôr do sol na praia de São Tomé de Paripe e o primeiro poço de petróleo encontrado no Brasil, localizado no bairro de Lobato. 

Já o roteiro “Náutica, Cultura e Identidade” prevê um passeio de barco, com saída do Solar do Unhão, onde funciona o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA), e paradas nos museus da Associação Acervo da Laje, em São João Cabrito; e Wanderley Pinho, no município de Candeias. 

“Demos o primeiro passo. Agora, operadoras e agências de receptivo serão convidadas para um famtour pelo Subúrbio, com o objetivo de fazer uma análise da viabilidade dos roteiros, para que depois eles sejam inseridos em ações promocionais do Governo do Estado, no Brasil e no exterior. Vamos também oferecer capacitação turística na região”, explicou o titular da Setur-BA, Maurício Bacelar.  

Para a secretária de Cultura do Estado, Arani Santana, “o Subúrbio é um lugar bonito, que merecia esse olhar diferenciado, para o seu reconhecimento cultural”. 

O vice-presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens na Bahia (Abav-BA), Jorge Pinto,  aprovou a proposta. “As novas opções de turismo em Salvador, que estão sendo apresentadas pelo Estado, vão contribuir para que o visitante permaneça por mais tempo, na capital. Os atrativos naturais e culturais da região serão valorizados e haverá geração de empregos”. 

Fonte: Ascom/Setur-BA

(Foto: Camila Souza)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: