Lancha e ferry, moradores da ilha sofrem

Não temos dúvida que no período de um feriado grande para aqueles que viajam para o município de Vera Cruz por lanchas e ferry boat não só Vera Cruz como Itaparica e outros municípios é muita dificuldade, para quem trabalha e quem estuda em Salvador se torna mais difícil, pois tem que enfrentar longas filas para ir e voltar para o trabalho,escola e faculdade, para cada um desses não tem como ser fácil é bastante cruel ter que enfrentar longas filas e esperar tanto tempo, imagine você sair, vamos supor ‘Eu trabalho até às 18:00 horas e chego na lancha para viajar para voltar a ilha no horário das 18:30 e só pegasse uma lancha no horário de 20:30 horas, esse é só um pensamento quando você chega no ferry- boat às 7 horas da manhã e só tem ferry para você viajar depois das 12:00 horas, como é que fica e olha que no ferry-boat tem algumas pessoas que tem o ferry-card, que não funciona, já na lancha não existe nenhum sistema para que as pessoas possam adentrar sem pegar fila, principalmente aqueles que moram na ilha de Vera Cruz e Itaparica e precisa utilizar o transporte para trabalhar ou estudar, fica uma pergunta ‘A quem cabe possibilitar melhor condição alternativa para os usuários, principalmente para os moradores da ilha para não enfrentar essa fila?’, isso é uma coisa que perdura há anos acreditamos que desde quando foi emancipado o município existe essa dificuldade, agora eu lhe pergunto cadê os vereadores dos municípios, cadê os gestores do município, cadê as pessoas que se dizem lutar pelos moradores de Vera Cruz e Itaparica para fazer algo para melhorar a vida dos moradores, diga-se de passagem até mesmo os estudantes que sofrem com isso, porque para a Internacional Travessias eles tem que enfrentar longas filas e isso é constrangedor.

Não adianta ninguém perguntar pela AGERBA agência reguladora que por sua vez age nos dois transportes no caso  do ferry-boat e das lanchas, seriam para fiscalizar, agora é como aquela situação ‘Quem é que está colocando banana para macaco tomar conta, ou então macaco perto de bananeira é difícil’ ele come tudo, pois a AGERBA é um órgão do governo fiscalizando o próprio governo, isso não tenha dúvida que não dá em nada, as multas são feitas mas quem paga essas multas como é que o governo vai cobrar de si próprio, é uma pergunta, quem vai responder, o povo precisa de uma ação para resolver toda esse problema dos moradores da Ilha de Itaparica nos municípios de Vera Cruz e do município de Itaparica com tudo isso continua os seus moradores sofrendo com toda essa irresponsabilidade e tem mais sem a falta de sensibilidade para aqueles que fazem diariamente essa travessia, com a palavra a AGERBA,Internacional Travessia e ASTRAMAB, porque não dar uma melhor situação ou um conforto maior aos seus usuários que no seu ‘dia a dia’ sustenta essas empresas.

Visão Cidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: