Inema debate métodos de dessalinização utilizados em Israel



Ministrada pelo professor Asher Kiperstok, engenheiro civil pelo Technion, Instituto Tecnológico de Israel, aconteceu na tarde da última terça-feira (30/04), na sala de reuniões da Diretoria-Geral (DIREG) do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), a palestra “O que aprender da experiência israelense de gestão da água”. O evento que aconteceu por intermédio da Diretoria de Águas (DIRAG), contou com a participação de diretores, coordenadores e técnicos do Instituto.

Segundo Asher Kiperstok, “a ideia dessa reunião foi tentar identificar as peculiaridades que têm feito de Israel um exemplo mundial em racionalidade no uso da água. Hoje o país tem a capacidade de pegar uma região árida e transformar em uma região super habitada em termos de água, com grande produção agrícola e abastecimento humano e industrial, além da preocupação com a natureza entender o que é que desse modelo tem que ser aproveitado”.

Na oportunidade o professor também comentou sobre os métodos econômicos utilizados por Israel para a dessalinização, que podem ser utilizados no Brasil de uma forma mais racional. “Muito antes do que é a dessalinização temos enormes ganhos e muitos mais baratos a serem conseguidos com métodos mais racionais do uso da água tanto urbano quando na agricultura e com aproveitamento integral dos esgotos sanitários. O grande exemplo do caso de Israel é que quase 100% dos esgotos que as cidades produzem estão sendo aproveitadas na agricultura”, concluiu.(INEMA)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: