Desigual este é o meu país

Um ano onde vimos de tudo um pouco no nosso belíssimo Brasil,  aqui onde plantando tudo dar, onde ser feliz é sempre estar em festa, onde é o país do futebol, é o país do carnaval, e há hoje reconhecimento também por conta da nação da corrupção, até onde vamos com uma nação tão jovem com dimensões continentais onde os seus dirigentes em uma grande maioria estão entre os que fazem a cada dia mais e mais demonstrações que estão somente a pensar neles.
Onde a justiça toma decisão acertadas pelo seu entendimento, por ter estar no código penal que só favorece quem tem dinheiro e muitas vezes esse dinheiro ilícito retirado dos cofres públicos ou através de propinas e presentes como ficou claro nas últimas investigações realizadas pela PF (Polícia Federal).

Voltando a justiça quantas mães estão presas por delitos menores que a da corrupção lógico que tem que esta reclusa, porém qual o parâmetro utilizado para liberação de uma mulher que esta comprovado que está mais que envolvida com aos desvios de honorários do governo do Rio de Janeiro e teve a sua prisão revogada pela justiça, por entender que a mesma tem o direito de cuidar do seu filho menor, é uma verdade todos nós somos refém de uma justiça que é realmente “cega”, pois como é conhecido por todos “Toda justiça tardia não é justiça e sim injustiça”, demonstrando que o Brasil é uma nação desigual.

Visão Cidade



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: