Como ajudar: É simples façamos a nossa parte



Cada um desses sintomas é avaliado em diagnosticado por especialistas no ramo da psicologia e psiquiatria, o povo brasileiro a cada dia mais estão acometidos destas enfermidades chegando a superar a casa dos 30% da população, a falta de apoio da família e amigos contribuem para o agravamento destas situações muitas vezes confundida com um simples meio de chamar atenção para si mesmo o que na realidade é uma doença psiquiatria.
Se faz necessário uma nova mudança nos atos de vida buscando o convívio direto com atividades extremamente simples para não levar ao agravamento da situação sistemática de cada caso, pois cada paciente tem a sua particularidade e age de maneira diferente de caso a caso, especialistas buscam a melhor maneira para terapia que leve o paciente a uma tranquilidade no seu dia-a-dia, além do uso contínuo de medicamentos anti-depressivos.
Uma alerta essas pessoas não tem “frescura” como muitos pensam e sim são doentes e precisão de apoio.

Doenças:

Depressão

A depressão é uma doença ou um distúrbio afetivo, que atinge a humanidade desde suas origens, atingindo a autoestima, também o sentimento de inferioridade, tristeza, pessimismo, combinando entre si e aparecendo com extrema frequência.

Exquezorfenia

A esquizofrenia é uma desestruturação psíquica que faz com que a pessoa perca a noção da realidade e não consiga mais diferenciar o real do imaginário. É um dos principais transtornos mentais de que se tem conhecimento.Inicialmente, foi descrita pelo psiquiatra Emil Kraepelin, ao final do século XIX. Na época, ele deu à doença o nome de Demência Precoce. Já no início do século XX, outro psiquiatra, Eugen Bleuler, por achar o termo anterior inadequado ao que a doença realmente representa para o paciente e também para a sociedade, nomeou-a de esquizofrenia.

Loucura

A loucura ou insanidade é segundo a psicologia uma condição da mente humana caracterizada por pensamentos considerados anormais pela sociedade. É resultado de doença mental, quando não é classificada como a própria doença. A verdadeira constatação da insanidade mental de um indivíduo só pode ser feita por especialistas em psicopatologia.Algumas visões sobre loucura defendem que o sujeito não está doente da mente, mas pode simplesmente ser uma maneira diferente de ser julgado pela sociedade. Na visão da lei civil, a insanidade revoga obrigações legais e até atos cometidos contra a sociedade civil com diagnóstico prévio de psicólogos, julgados então como insanidade mental.Na profissão médica, o termo é agora evitado em favor de diagnósticos específicos de perturbações mentais, a presença de delírios ou alucinações é amplamente referida como a psicose. Quando se discute a doença mental, em termos gerais, psicopatologia é considerada uma designação preferida.[

Síndrome do pânico

Síndrome de pânico é um transtorno de ansiedade caracterizado por um intenso medo ou/e mal-estar com sintomas físicos e cognitivos que se iniciam de forma brusca e alcançam intensidade máxima em cerca de 5 minutos e causando medo de morrer persistente e recorrente, o que aumenta a chance de outros ataques. No Brasil, cerca de 1% da população tem um ataque de pânico por ano e 5% dos adultos relatam já terem tido pelo menos um ataque de pânico na vida, 1% deles acompanhado de agorafobia.

Visão Cidade



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: