A política da demagogia e do interesse próprio

Diversas frases de efeitos são vistas nesse período eleitoral, a exemplo das seguintes frases ‘Este me representa’, ‘Eu estou com ele’, ‘Vamos que vamos para cima deles, a vitória é nossa’, ‘Juntos seremos mais fortes’, dentre outras, nesse período é o que você mais ver, são tantos partindo dos candidatos como também dos seus cabos eleitorais, a grande realidade dos fatos a serem discutidos e colocados em práticas, tanto neste momento das eleições como também para aqueles que por sua vez foram vitoriosos no pleito eleitoral, já é público e notório o que se vê, pois na eleição são as grandes dificuldades apresentadas por esses eleitos principalmente para o cargo de vereadores, após as eleições fica com ele uma carga de dívida que não é brincadeira, assim afirma muitos deles, porém na realidade o que é visto é o povo que votou nessas pessoas e escolheu esse seus representantes ficam todos ‘a ver navio’, ‘sem horizonte’, para aquilo que mais precisão que é das políticas públicas.
O cargo de vereador subtende-se que seria para ser um fiscalizador e o representante do povo do seu município, mas o que se vê no decorrer desses longos anos é totalmente diferente em uma pequena minoria, alguns deles se destacam na tentativa na sua maioria das vezes frustradas em defesa da população e na sua grande maioria o que se vê é muitos destes que eleitos foram para defender o povo, se ele exclusivamente aliados de gestões, isso em todo território nacional, do último município lá no sul do país até aquele lá em cima na extremidade, não há diferença, muitos desses gestores ainda chegam a afirmar que os vereadores do município não é do povo e sim deles, porém todavia demonstra que esses vereadores eleitos pelo voto soberano do povo era para ser e agir a favor do povo, mas isso não acontece.

Está chegando as eleições de 2020 aonde a nação brasileira em todos os seus municípios de forma indistinta escolherá aquele que vai gerir o seu município durante quatro anos, como também escolheram o seu representante o vereador para também o representá-lo durante 4 anos, espera-se que desta vez as escolhas sejam feitas com mais convicção para que se evite constrangimento ao longo desses quatro anos, como tem se visto em uma boa maioria dos seus municípios, nada contra a postura individual de cada um, porém gostaríamos de lembrar aos nobres edis, aos nobres vereadores eleito nessa nação brasileira que eles foram eleitos com o propósito de representar o povo, em sua maioria não em projetos individuais, tão pouco em projetos para favorecer esse ou aquele cabo eleitoral.

A política é cheia de virtudes, a política também é cheia de atalhos, porém precisa-se mais que atenção para as virtudes, por que para os atalhos ele se torna um caminho mais longo e não verdadeiro.
Voltando a lembrar que as frases de efeitos são apenas frases ilustrativas para tentar conquistar o eleitor, levando e elevando o nome deste ou daquele candidato, porém sabe-se que com o crescimento das redes sociais hoje já se sabe muitas coisas e as informações chegam ao eleitor de forma clara, como também até mesmo as ‘barganhas’ políticas como dizem alguns especialistas em política já estão alinhavados, já estão concretizados das seguintes situações, acordos para quem perder a eleição, assumir secretarias, em acordos para quem tiver o maior número de votos, trabalhar em segundo escalão, dentre outros, isso é uma normalidade dentro da circulação política, porém situações essa que o povo termina simplesmente sem ter a mínima opção, o que resta simplesmente para o povo principalmente do interior da Bahia é começarem a tomar uma direção, pois cada município precisa ser emancipado politicamente, pular fora totalmente do ‘cabresto’ dos coronéis e se tornarem realmente municípios independentes.
‘Acorda povo brasileiro, desperta desse esplêndido, vai à luta conquistar seu lugar, conquistar seu direito, direito de escolher o melhor, sem atalhos e sem desvios, pois o caminho reto ele é mais curto e mais coeso.’

Visão Cidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: