Poluição sonora em Vera Cruz terá tolerância zero

Vera Cruz vem desenvolvendo ao longo dos seus últimos anos da gestão atual um trabalho em combater a poluição sonora, este ano com todo esse aparato de trabalho com carros, órgãos e secretarias que estão envolvidas para evitar que a poluição sonora seja um problema gravíssimo, porque se trata de um problema de saúde pública para a o população de Vera Cruz.

Veja o que diz o Secretário Adrian Silva da SUCOM-Vera Cruz

“Na verdade está sim é uma verdadeira força-tarefa que desde a população, a sociedade civil, envolve o Conselho de Meio Ambiente através de sua diretoria do meio ambiente da Prefeitura de Vera Cruz e envolve a terceira Promotoria de Justiça através da pessoa de doutora Edwiges, envolve a PM através do nosso major Sávio,está envolvido também a polícia civil através do nosso delegado doutor Ricardo e tá envolvido também um Conselho de Segurança Pública de Vera Cruz.

Até mesmo a operação se estende aos municípios vizinhos ao município de Itaparica, o que precisamos entender é que a gente não quer que ele deixe de vir, para ele curtir seu som, mas é preciso curtir o som desde quando não incomode o próximo, a gente sabe que a ilha é um local festivo, local de férias, a gente tem como o réveillon quando o Carnaval, agora as pessoas precisam respeitar o próximo, tem um problema que é muito grande que dentro do Ferry boat as pessoas já vem com som alto, tem uma problemática de alguns pontos eles são pontos antigos de encontro de som de paredões não deveria acontecer quando você respeita as pessoas, porque hoje só para você ter ideia a polícia rodoviária também estadual a situação é tão grave que o código de trânsito brasileiro ele já diz o seguinte, que se o som audível ao lado de fora do veículo já é passível de multa por que isso é uma infração, foi feita uma blitz educativa na última quinta-feira, essas brigas serão estendidas agora com outro critério se tá fazendo a questão educativa, durante o resto do feriado é porque você vai estar agindo e aprendendo, já foi dado o recado, na verdade o município de Vera Cruz realiza duas blitz né uma sexta dia 27 no começo ali em Tairu e hoje foi realizada uma abordagem de mais de 900 veículos aqui no entroncamento de Mar Grande e através de sites de notícias e imagens de divulgações nas redes sociais, foi feito na quinta uma operação lá no município e também em Itaparica.

Qual a orientação que pode ser dada para todos esses que venham curtiu o veraneio na ilha que venham para Ilha ver um grande potencial que ainda tem nossas praias, esse lugar místico que é, esse lugar maravilhoso que é cercado de natureza mas que venha com a lei de respeitar o próximo, ouça seu som baixo, escute a sua música baixo desde que não incomode os vizinhos, não incomode o próximo e não impeça assim o direito de ir e vir, que só uma problemática se faz nos encontros de paredão e às vezes a pessoa não consegue passar pela multidão, existe um fato que é o comentário que a Organização Mundial da Saúde ela adverte que o som alto ele prejudica a ereção masculina e afeta audição de crianças de até 12 anos, também se envolve uma questão de saúde pública até porque assim como esses dados a gente também precisa ter uma boa noite de sono, se você não consegue ter uma boa noite de sono pela perturbação sonora isso recarga tudo no próximo dia de quem trabalha, quem é morador da ilha a pessoa que vai para descansar acaba se tornando um tormento, então eu acho que sim é um problema de saúde pública, o que a gente pede as pessoas que se conscientize com respeito ao próximo, e só acho que nem sabe que ela não estacionar e respeitar o idoso na questão da acessibilidade, eu acho que o respeito ao próximo  tem que estar em todas essas relações”.

Visão Cidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: