MP investiga crime ambiental em obras no píer de Mar Grande

Propaganda

O governo do estado está sendo investigado pelo Ministério Público da Bahia (MP) por um suposto crime ambiental na Ilha de Itaparica que teria sido provocado por irregularidades nas obras de drenagem do atracadouro de Mar Grande. De acordo com a ONG Pró-Mar, responsável pela denúncia ao MP, as intervenções estariam contaminando o lençol freático da região. A 2ª Promotoria de Justiça de Itaparica já abriu inquérito civil para apurar a concessão de licença ambiental para a obra pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e a veracidade dos impactos descritos na denúncia da entidade.

Sal grosso
À Satélite, a ONG Pró-Mar afirmou que o material retirado do local pelo governo está sendo depositado em um dique sem impermeabilização, infiltrando no solo. Pousadas e restaurantes próximos ao local identificaram a salinização dos poços freáticos e já têm prejuízos. A ordem de serviço para a obra foi assinada pelo próprio governador Rui Costa pessoalmente em janeiro deste ano, prometendo uma melhor condição para o tráfego das embarcações que realizam a travessia. (Correio)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: