Rui, Lídice, Coronel e a briga pela outra vaga na disputa do Senado

Propaganda

Nos meios políticos citam, por exemplo, que ACM Neto, ao desistir de disputar o governo, agiu certo no tempo errado. E Rui, que está para anunciar a chapa com ele, João Leão na vice, Jaques Wagner e Ângelo Coronel ou Lídice da Mata na segunda vaga ao Senado, está no tempo certo?

Rui decidiu esperar a volta do vice João Leão (ele está na China desde segunda e fica até o fim da semana que vem) para anunciar a decisão.

Ele quer evitar os melindres que a opção que fizer, seja ela qual for, vai causar, mas com isso também postergou a guerra fria que aliados de Lídice e outros governistas travam nos bastidores.

Créditos — Lídice evoca o seu cabedal de serviços prestados ao PT, o principal deles, o fato de que em 1994, então prefeita de Salvador e filiada ao PSDB, votou com Lula, deixando de lado Fernando Henrique Cardoso, o vencedor, que era do partido dela.

Mas os aliados de Otto e até mesmo alguns petistas dizem que Lídice melou sua trajetória em 2014 quando disputou o governo, e se dependesse dela Rui não seria governador.

É tudo que Rui quer evitar. E estará ele agindo no tempo certo? Só o tempo dirá. Ou melhor, se saberá como Lídice vai reagir. Coronel (leia-se Otto Alencar) ganha esta.(A Tarde)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: