Prefeitura prepara esquema junino e orienta sobre como proceder em caso de queimaduras

A Prefeitura mantém os serviços essenciais para atender a população que permanecerá na capital durante os festejos juninos. As 14 unidades de pronto-atendimento que contam, neste São João, com o reforço do Hospital Municipal de Salvador, vão garantir atenção plena a possíveis incidentes envolvendo a festa, sem deixar de prosseguir com as funções de rotina.

De acordo com o médico Ivan Paiva, superintendente de Urgência e Emergência da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o trabalho de rotina prossegue normalmente nas unidades, atendendo situações resultantes de direção sob o efeito de álcool, queimados, traumas e demais incidentes comuns ao período. “O sistema mantém a atuação habitual e está totalmente preparada para atender à população que vai curtir o São João na capital”, explica.

Cuidados – De modo a colaborar com uma festa segura, Paiva relaciona algumas medidas de fácil adoção por parte da população, visando garantir uma curtição sem sustos envolvendo fogos e de artifício, que devem ser manuseados com responsabilidade e respeitando as faixas etárias estabelecidas. De acordo com o médico, o cidadão deve estar atento à qualidade e procedência dos fogos desde a hora da compra até sua utilização.

“Em caso de incidentes, o recomendável é que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) seja acionado o quanto antes. O procedimento dependerá da gravidade da lesão informada ao médico regulador do Samu. Em caso de ocorrências leves, que o ferido possa ser tratado em casa, é preciso lavar o local com água corrente, nunca aplicar receitas caseiras, como manteiga, pasta de dente e borra de café. Caso a lesão seja de maior gravidade, o paciente deve ser conduzido a uma unidade de saúde ou, em casos ainda mais graves, aguardar remoção”.

Operação – Para atender as ocorrências relacionadas ao São João do Pelourinho e de Paripe na capital baiana, a SMS, em parceria com a Secretaria Estadual da Saúde, montará uma estrutura especial com dois módulos assistenciais semelhantes aos instalados no Carnaval. As unidades contarão com equipes compostas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e socorristas.

No Pelourinho, o módulo montado na Praça da Sé (próximo à Coelba) funcionará das 17h às 5h, nos dias 22, 23 e 24 de junho. Já em Paripe, a estrutura ficará instalada na Praça João Martins, em 23 e 24 de junho, também das 17h às 5h. Cada módulo contará com uma ambulância do Samu de prontidão para a possível remoção imediata de ocorrências com maior gravidade.

SECOM



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: