Ferry e lanchas, sistema obsoleto

Um sistema falido, degradado, obsoleto, ultrapassado, assim são os serviços de transporte que servem a Ilha de Itaparica mais conhecido como ferry-boat e lanchas.

Ferry-boat

Não tenham dúvidas as queixas são frequentes a redação, são as mais variadas desde ao acesso a compra das passagens até o desembraque dos passageiros que neste período constante de chuvas são obrigados a desembarcar tomando chuva por não ter as rampas coberturas para pedestres, no ato da compras de passagem é constante a desculpa que o sistema caiu, o que é incrível o sistema cai para a venda e mais os cambistas com os cartões ferrycards passam os passageiros cobrando um ágil, nós salões de espera outra situação estão normalmente sujos sem condições mínimas para os usuários ficarem, muitas vezes mais que 40 minutos para embarcar em navios esses então totalmente sujos desde ao acesso até o seu último instante da viagem tendo que conviver com acentos danificados, com baratas e outos insetos, sem falar nos banheiros completamente sujos sem a mínima condição para qualquer pessoa utilizar e se estiver chovendo em algumas embarcações molha por todos os lados por conta dos toldos não atenderem a espectativa do usuário.

Lanchas

Estas então totalmente largadas ao ‘bel prazer’ dos prepostos das empresas que servem com péssima qualidade, desde a venda da passagem ao seu desembarque no destino, seja na Ilha ou em Salvador, a falta de segurança é relatada por vários usuários, os banheiros também sem qualidade adequada, no município de Vera Cruz os usuários ficam expostos ao sol e chuva por não ter cobertura na plataforma de acesso as lanchas, a falta de segurança é tão visível que em tempo chuvoso com ventos com velocidade maior que 20 km a cobertura dos toldos são suspensas, além disso com a maré baixa não é realizada essa travessia por conta da não condição de atracar no Terminal de Mar Grande, lembro também que no mês de agosto por conta da falta de segurança aconteceu o fatídigo acidente que vitimou várias vidas.

Ao fechar essa matéria recebemos a infromação de um acidente em um dos navios desta frota degradada.

Fica uma pergunta “De quem é a responsabilidade em fiscalizar estes transportes?”.

Visão Cidade

Um comentário em “Ferry e lanchas, sistema obsoleto

  • 20 de junho de 2022 em 07:47
    Permalink

    Bom dia !
    Falou tudo . Não precisamos falar mais nada. Tudo isso fatos verdadeiros.
    A população da ilha precisa de respeito.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: