Twitter libera recurso de ‘gorjetas’ para usuários em todo o mundo

O Twitter anunciou que seu recurso de “gorjetas” para usuários será liberado em todo o mundo a partir desta quinta-feira (23).

O recurso, batizado de Bonificações, é uma das ferramentas de monetização do Twitter e permite que usuários façam pagamentos pontuais para as contas que mais gostam.

Ele chegará primeiro para usuários de iPhone e, nas próximas semanas, estará disponível para Android.

Lançada em maio, a ferramenta estava disponível para um grupo limitado de perfis em inglês, incluindo criadores de conteúdo, jornalistas, especialistas e organizações sem fins lucrativos.

Para liberar o recurso, o Twitter tem parcerias com vários serviços de pagamentos. No Brasil, o envio de dinheiro poderá ser realizado por meio do PicPay.

A ideia da rede social com a nova opção é oferecer meios para usuários contribuírem com contas que publicam conteúdo interessante, pequenos negócios com dificuldades financeiras e causas importantes, por exemplo.

Gorjetas em bitcoin

A plataforma também informou que os usuários poderão usar bitcoin para enviar dinheiro para outras contas. A alternativa se junta a outros serviços de pagamentos que já estavam disponíveis na rede social.

Inicialmente, ela está disponível apenas em El Salvador, que no início do mês reconheceu o bitcoin como moeda legal, e nos EUA (exceto Nova York e Havaí).

Outra recurso de monetização do Twitter é o Super Follows, em que influenciadores podem oferecer conteúdo exclusivo para seguidores que pagam uma assinatura mensal. Ele está sendo testado nos Estados Unidos e no Canadá.

Como funcionam as Bonificações

Com a chegada do recurso para mais países, mais usuários poderão habilitá-lo nas configurações no aplicativo do Twitter. Isso faz com que um ícone de dinheiro apareça no perfil da pessoa, próximo ao botão “Seguir”.

Os outros usuários podem tocar nessa opção para abrir uma lista de plataformas de pagamentos usadas pelo dono da conta.

Além do PicPay, o Twitter suporta pagamentos pelo Bandcamp, Cash App, Chipper, Patreon, Razorpay, Wealthsimple Cash, Venmo e GoFundMe. As plataformas podem variar de acordo com o país.

Ao escolher uma das opções disponíveis, o Twitter leva os usuários até a plataforma, onde é possível definir o valor e finalizar a transação. A rede social diz que não ficará com nenhuma parte do pagamento.

(G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: