Bahia encara Fortaleza por classificação antecipada no Nordestão

O Em busca de classificação para a segunda fase da Copa do Nordeste, o Bahia pode dar um passo importante neste sábado. A partir das 16h, visita o Fortaleza, no estádio Castelão, na capital cearense, pela 7ª rodada. A meta do clube baiano é conquistar uma vaga antecipada nas quartas de final.

Para voltar a Salvador classificado, o Bahia primeiro precisa fazer a sua parte e vencer o Fortaleza fora de casa. Com dez pontos e na vice-liderança do Grupo A, o Esquadrão chegaria a 13 com quatro vitórias, e então passaria a torcer pelo menos por empates de Sampaio Corrêa, Treze e 4 de Julho.

O Sampaio inicia a rodada na quarta colocação, com nove pontos. Em caso de empate com o ABC, fora de casa, até poderia igualar a pontuação do tricolor na última rodada, mas não ultrapassaria no número de vitórias. Situação semelhante vive o Treze, quinto colocado com oito pontos. Em caso de empate com o Vitória, no Barradão, os paraibanos só poderiam chegar ao máximo de 11 pontos.

O 4 de Julho vive situação mais complicada. A equipe soma cinco pontos e é a sétima colocada, mas tem um jogo a menos que os outros integrantes do grupo. Por isso, no caso de um triunfo sobre o CSA em Maceió, o time do Piauí teria chances de somar até 14 ao fim da primeira fase.

O Bahia tem o duelo contra o Fortaleza como uma espécie de “tira-teima”. O tricolor tem oscilado entre atuações boas e ruins na temporada. Depois de goleadas sobre Sport e Altos e derrota para o CSA, há expectativa para saber qual vai ser a postura do time diante de um adversário com nível técnico superior aos já enfrentados. A equipe cearense lidera o grupo B com 11 pontos.

“Ano passado criamos expectativas muito grandes e as coisas não aconteceram. Este ano temos que ser humildes, pensar com tranquilidade, jogo a jogo, conquistando o que der. Se Deus abençoar vamos sair vencedores de um torneio ou de uma copa, como a do Nordeste ou a Sul-Americana”, disse o atacante Gilberto.

Saldo positivo
Por falar em Gilberto, o atacante é um dos trunfos do Bahia no Castelão. Ele lidera a artilharia do time na temporada com cinco gols, quatro deles na Copa do Nordeste. Além disso, o trio formado com Rodriguinho e Rossi costuma dar dor de cabeça ao Fortaleza.

Desde que chegou ao Bahia, em 2018, Gilberto balançou as redes do rival três vezes em cinco jogos. Quando passou em branco, Rossi e Rodriguinho resolveram. Em fevereiro, Rodriguinho marcou três vezes na goleada por 4×0, pelo Brasileirão. O outro tento foi de Rossi. Os três vão estar em campo juntos outra vez neste sábado.

Fora o trio, o técnico Dado Cavalcanti vai contar com novidades no banco de reservas. Recém-contratados, o meia Thaciano e volante Matheus Galdezani foram relacionados e ficarão entre os suplentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: