ALBA retoma parte do trabalho presencial nesta segunda-feira

A Assembleia Legislativa retoma gradualmente os trabalhos presenciais nesta segunda (5.04), com  os mesmos rígidos protocolos de distanciamento social e proteção aos segmentos mais vulneráveis do funcionalismo, como exige o combate à disseminação da Covid-19. A decisão do presidente Adolfo Menezes conta com o apoio dos demais integrantes da Mesa Diretora da ALBA e possibilitará o retorno dos trabalhos dos gabinetes parlamentares, mas o plenário e as comissões técnicas permanecerão trabalhando de forma virtual.
O presidente do Legislativo explica que a queda do fator de contágio e a melhoria nas taxas de ocupação dos UTIs e leitos clínicos, apontam para a inflexão da curva ascendente de contaminação após mais de um mês de lockdown, levou o governador Rui Costa e o prefeito Bruno Reis, a iniciar um processo de flexibilização com relação ao comércio – com todo o cuidado: “Guardadas as óbvias diferenças é um processo semelhante que começará na ALBA esta semana, sem exagero, aglomeração ou excessos, mesmo porque a pandemia persiste e o coronavírus tem mudado e ficado mais resistente e agressivo.” disse.
CUIDADOS

Portanto, na área administrativa do Legislativo só os servidores essenciais trabalharão presencialmente, seguindo os demais – especialmente aqueles com mais 60 anos ou que apresentem comorbidades – no sistema de home office. Nos últimos 12 meses de restrições rotinas foram criadas e implantadas para a maioria das tarefas. Nessa fase ainda de elevado perigo de contaminação será exigido a todos a medição de temperatura corporal para acesso a ALBA, álcool em gel estará disponibilizado em corredores, elevadores, lavatórios, gabinetes e repartições e serviços como transporte de pessoal, restaurantes e lanchonetes continuarão sem funcionar.O presidente Adolfo Menezes reafirmou ainda o compromisso do conjunto dos deputados estaduais baianos para com a Bahia e com os baianos, lembrando a elevada taxa de comparecimento obtida nas sessões remotas, a rapidez com que os projetos de lei tem sido apreciados – de forma especial aqueles voltados a oferecer à administração pública e a nossa gente instrumentos para conviver e combater esse flagelo inédito, frisou.
Ele completou o raciocínio com otimismo, fé na ciência, e na rapidez que a vacinação vem ganhando a ponto da Bahia ser destaque no cenário nacional já imunizando com a primeira dose mais de um milhão e seiscentos mil baianos: “A situação é muito grave, o pico da contaminação não passou ainda, por isso a reabertura será gradual, realizada de forma muito segura, pois o fim do pesadelo que já ceifou tantas vidas, enlutando milhares de famílias, se aproxima”, completou.

ALBA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: