Mensagens ‘autodestrutivas’ finalmente chegam ao WhatsApp

O WhatsApp lançou nesta quinta-feira (5) um novo recurso de privacidade: mensagens temporárias, que desaparecem de uma conversa depois de um tempo. Em suma, mensagens autodestrutivas.

Caso você ative o recurso em uma conversa com um contato, todas as mensagens enviadas em uma conversa somem após 7 dias — por enquanto, não é possível configurar outras opções de tempo. A novidade vale para qualquer chat individual ou em grupo, mas em conversas em conjunto isso só pode ser controlado pelos administradores.

O contador das mensagens temporárias é contínuo e vale mesmo que você não use o o WhatsApp no período. Entretanto, a novidade possui algumas limitações: encaminhamentos para outras conversas não são apagadas e respostas ao recado original não somem, mesmo que ele seja deletado. A pré-visualização em forma de notificações também permanece funcionando normalmente e arquivos de mídia (fotos, áudios ou vídeos) podem até sumir do app, mas continuam baixados no sistema.

Ao ativar a contagem regressiva de uma semana, um aviso surge no topo da conversa indicando o limite em que as mensagens passam a ser temporárias.

Quem fizer o backup das mensagens consegue salvar os recados que desapareceriam. Porém, ao restaurá-lo no sistema, o histórico que deveria ser temporário é deletado.

O WhatsApp alerta ainda que você deve usar a novidade “somente com pessoas nas quais você confia”, já que ela pode ser útil para a troca de informações sensíveis e privadas. Entretanto, é possível tirar uma captura de tela, copiar ou tirar fotos do conteúdo sem qualquer alerta por parte do aplicativo.

Como ativar?

As mensagens temporárias não são ligadas por padrão e devem ser ativadas individualmente, em cada contato com quem você já iniciou ou pretende começar uma conversa. Para fazer isso, toque no nome do contato, vá em “Mensagens temporárias” e ligue a opção “Ativadas”. O mesmo caminho pode ser feito para desativar o recurso, porém selecionando “Desativadas” no último passo.

O recurso está disponível na última atualização do mensageiro, mas ela pode demorar a aparecer em todos os dispositivos.

(Tecmundo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: