Geraldo Júnior sugere Dia do Empreendedorismo Feminino

O dia 19 de novembro, definido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como a data mundial para se celebrar o empreendedorismo feminino, deverá entrar também para o calendário de eventos de Salvador. A iniciativa é do vereador Geraldo Júnior (MDB), presidente da Câmara Municipal, que apresentou o Projeto de Lei nº 231/2020 com esse objetivo, estabelecendo a realização de sessão solene para homenagear mulheres empreendedoras que se destaquem em seus segmentos.

De acordo com a proposição, cada vereador poderá indicar uma mulher a ser homenageada pelo Dia Municipal do Empreendedorismo Feminino. As premiadas receberão placas de Menção Honrosa. “O objetivo é estimular o ingresso de mulheres no universo dos negócios, impulsionando o crescimento econômico e contribuindo para o progresso das comunidades”, justifica Geraldo Júnior, frisando que predomina entre as empreendedoras o desejo de obter independência e empoderamento.

Ganham menos

O vereador observa que é crescente a participação feminina no mercado de trabalho, bem como na atividade empreendedora, o que gera novos desafios e oportunidades a serem exploradas. “Além de contribuírem para o desenvolvimento do país, elas também investem na educação de suas famílias e, assim, possibilitam o crescimento de outras pessoas”, argumenta.

As mulheres, segundo Geraldo Júnior, são consideradas mais dedicadas, trabalhadoras, inovadoras, comprometidas, persistentes e eficientes, preocupando-se com a qualidade de seus produtos e serviços. Mas, apesar desses atributos, e de possuírem um nível de escolaridade, em média, 16% superior ao dos homens, ganham 22% menos que os empresários.

De acordo com pesquisas do Sebrae, as empreendedoras geralmente iniciam a atividade por necessidade e sem sócios. Outra curiosidade é que a cada dia mais mulheres se constituem como a principal fonte de renda da família.

Com o projeto o vereador tem também a intenção de colocar a Câmara ao lado das instituições que vêm desenvolvendo campanhas de incentivo à aquisição de produtos e serviços oriundos de empreendedoras. “Nosso objetivo é celebrar a mulher empreendedora que se destaca em seu setor, gera resultado e causa impacto positivo na sociedade”, ressalta Geraldo Júnior, frisando que o 19 de novembro deve ser uma data para reflexões e valorização dessas mulheres.

Considera-se empreendedorismo feminino toda e qualquer atividade econômica lícita, desenvolvida por mulheres na criação e na execução de negócios nos âmbitos comercial, industrial, artesanal, cultural e de serviços.

Com a instituição do Dia Municipal do Empreendedorismo Feminino a Prefeitura de Salvador poderá estabelecer parcerias com órgãos, instituições e empresas e promover mobilizações, entre outros eventos e ações, com o objetivo de estimular as mulheres a empreenderem, assim como incentivarem o consumo de produtos e serviços resultantes da criação e comercialização do segmento.

Câmara Municipal de Salvador 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: