Vera Cruz: Visão Cidade entrevista Rajiv Nery

O site Visão Cidade através da sua redação entrevista pré-candidatos a vereadores no município de Vera Cruz, tudo isso com o intuito de levar ao conhecimento da população os nomes que hoje estão em ascendência para o pleito de 2020, sobretudo que esse é o compromisso que sempre o nosso veículo tem que é de levar a informação para todos, então você eleitor poderá conhecer melhor quem são os candidatos.
Veja abaixo a entrevista;

1. Quem é Rajiv? Qual o seu nome completo?

Resposta: Sou Administrador de empresas, sócio da Consilium Sistemas, consultor empresarial, empreendedor, mergulhador, pescador, pai de menina(Rayra), morador de Barra Grande, tive o prazer de ser filho de dois pais Antonio Carlos Nery(presente em boa parte de minha vida e hoje ao lado de Deus) e Lopes(Policial Civil da Ilha), ambos presente em minha educação e Vanzinha(Dona de casa e guerreira). Tive a oportunidade de trabalhar na OSID(Hospital Irmã Dulce), bem cedo e de lá pra cá venho praticando os ensinamentos de Irmã Dulce Amar e Servir ao próximo.

2. Você é pré-candidato a vereador em Vera Cruz? Por qual partido político?

Resposta: Hoje recebo essa incumbência com muito carinho do partido PRÓS, sou pré candidato na ilha com o apoio do Deputado Federal Udurico Júnior, acho fundamental esse apoio e está conectado com um dos pilares mais importantes da democracia no país.

3. Como você vê o desenvolvimento na educação municipal de Vera Cruz?

Resposta: Agradeço a oportunidade da pergunta. Pra mim a educação é o ponto mais importante a ser discutido na Câmara e na cidade. Apesar dos esforços de nosso atual Prefeito, que vem se mostrando atuante, acredito que estamos muito aquém ainda. Vou contar uma história comum a maioria dos moradores de Vera Cruz: Os pais, nativos, da ilha vêem seus filhos chegarem a adolescência e não terem uma opção de faculdade e trabalho na ilha e o êxodo para cidades vizinhas é comum acontecer. Desta forma nosso município perde muita arrecadação e desenvolvimento, visto que estes acabam consumindo em mercados, bares, restaurantes, cabeleleiros, barbeiros, escolas de filhos menores, lanchonetes, aluguéis de casas… Tudo em outras cidades e o que resta para nós moradores é a sazonalidade do verão para nos manter e sobreviver durante o ano todo. Por tanto como uma prefeitura irá ter condições financeiras para melhorar todos os temas de carência na ilha se não arrecada? Precisamos legislar com o foco de viabilizar uma faculdade pública urgente na ilha, temos um exemplo próximo nas redondezas, Cruz das Almas cresceu muito com a UFRB. Além de manter seus jovens na cidade trouxe mais moradores que passaram a encher as casas e estabelecimentos comercias da cidade. Logo discutir educação na ilha pra mim é o início do caminho para a prefeitura resolver qualquer problema.

4. De que maneira a saúde e a educação em Vera Cruz poderia ser melhor para os munícipes?

Resposta: A saúde deveria está descentralizada o máximo. Conheço muito bem a ilha e precisamos continuar investindo na saúde básica, na prevenção e na educação da população. Pois os indicadores de saúde de nosso município são bons, porém mascarados por conta também de nossa população não está crescendo, o êxodo dos jovens também atrapalha na hora de traçarmos um plano macro. A pandemia que estamos passando escancara o quanto precisamos melhorar quanto ao atendimento. Tanto em questão da saúde básica nos bairros, onde teríamos que ter equipes de saúde fazendo o inverso, indo as comunidades com o intuito de previnir e educar. Quanto infraestrutura para atendimento emergencial, no meu ver, precisaríamos ter um hospital no centro da ilha e não polarizado. A distância de um atendimento emergencial é crucial para salvar uma vida. Também recebi o convite recente para fazer parte do Grupo REVIVA, este que trata de prevenção, resgatando vidas e valores, evitando que pessoas passem por depressões mais severas e livrando-as de experiências desagradáveis. Acredito que esse é o caminho, previnir e se antecipar aos problemas. Trabalhei em dois grandes hospitais em Salvador como gestor de suprimentos. Tive e ainda tenho muitos contatos com lideranças farmacêuticas e médicas, ambas as áreas focam na prevenção e educação como fator de suma importância para melhorar a saúde de populações.

5. Na questão da infraestrutura do município o que você acha que deve ser feito para uma melhor condição para todos?

Resposta:Agradeço mais uma vez a pergunta. Espirituoso que sou fico feliz em responder perguntas que são temas que venho lutando muito para melhorar em minha cidade. Vale lembrar que cada cidade tem suas particularidades e pra mim, não conseguimos ir muito a frente com relação a infra estrutura porque queremos replicar modelos prontos de outras cidades aqui na ilha, porém estamos pegando as referências erradas. Conheço o Brasil de Norte a Sul, visitei muitas cidades praieiras também. Nós somos uma ilha, por esse fator já somos uma atração turística muito forte, estamos do lado de salvador e do maior Carnaval do mundo, porém não aproveitamos mais por falta de infraestrutura, transporte público, nossas praças muitas vezes não são equipamentos públicos que atraem turistas, apesar dos esforços da prefeitura, precisamos aprender com nossos erros e ouvir mais a população, está que sabe exatamente onde está o problema e muitas vezes já tem a solução pronta. Estou criando um portal, onde os moradores terão sua voz para os 4 cantos do mundo. Somos uma população que também vive da pesca, onde Piers além de ajudar o pescador também são atrativos turísticos. Em Barra Grande, por exemplo a praça contém bares voltados apenas para praia, inviabilizando a utilização destes a noite do lado de dentro da praça. Isto aconteceu por falta de conhecimento. Outros problemas de infraestrutura que temos está ligado às fontes de água que foram tampadas para construções e agora as chuvas veem inundando as ruas. Manilhamento e caçambas de areias só não resolve, vejo isso ao longo dos anos como meio de angariar votos e o problema continua. Precisamos de um estudo técnico de como redirecionar estas fontes, revitalizar e voltarmos a utilizar a natureza a nosso favor, precisamos de educação ambiental, assim feito até os Cás terão maior durabilidade. Outro problema são as construções irregulares na beira do mar que tomaram o lugar da vegetação costeira, vejo como ponto importante para discussão na câmara a necessidade de traçarmos junto a população um planejamento de alteração de perfil da orla e ao mesmo tempo assistencialismo as famílias que ali estão. Energia solar e eólica resolveria o problema de gastos públicos com iluminação. Perceba, Otaciano e Leitor. Os assuntos são transversais e multidisciplinares. Não dá pra falar de Infraestrutura sem falar em turismo, que por sua vez não dá pra falar infraestrutura, turismo e saúde sem falar em Educação que pra mim é o ponto de partida. Precisamos entender.que infraestrutura também ajuda. A segurança, alguns bairros sofrem com muitos assaltos, vejo que muitas ruas ligadas à pista e a praia são um problema para algumas localidades, precisamos adotar uma entrada só e saída, como também evitar que a orla tenha circulação de veículos, como na barra e em outras cidades litorâneas. A orla só deve ter pedestres, bicicletas, skates e similares. Outro ponto importante é o turismo voltado ao esporte, já passou da hora da prefeitura olhar pra este quesito, visto que este tipo de turismo atrae muito investimento na cidade. Pistas de skates ligadas a praças, trilhas nas matas que temos em quantidade. Inclusive precisamos olhar com cuidado para 3a igreja do Brasil que está situada no Baiacu e além de linda pode ser melhor cuidada e divulgada para atrair o turismo religioso. Fiquei triste em ter que apagar um incêndio com meus amigos a alguns anos causado por velas acesas dentro dessa igreja. Temos potencial de mais na ilha porém ainda não estamos explorando direito

6. Como munícipe como você vê o trabalho da atual Casa Legislativa e da gestão municipal?

Resposta:Como munícipe vejo um casa legislativa gritando por RENOVAÇÃO. Precisamos renovar os vereadores de Vera Cruz, dar espaço para pessoas com novas ideias, conectados com atualidade e espírito empreendedor, que querem investir em energia solar, eólica e até no lixo, que buscam qualidade de vida sem exageros e assim como foi com o prefeito Vinicius, que trouxe ideias novas e colocou em prática. Se queremos algo diferente para nossa cidade não podemos insistir nos mesmos erros. Precisamos fazer como fizemos com o prefeito atual, dar oportunidade ao novo. Espero poder ajudar esta cidade incrível que tanto amo e a levo tatuada em meu corpo, atuando na câmara de vereadores, se Deus permitir, com bandeiras como educação, infraestrutura, saúde, esporte, meio ambiente e amor ao próximo.

Visão Cidade

Um comentário em “Vera Cruz: Visão Cidade entrevista Rajiv Nery

  • 30 de julho de 2020 em 09:32
    Permalink

    Parabéns meu amigo!!!
    Vera Cruz está precisando de pessoas jovens com uma visão ampla para o futuro e para as carências da ilha !!
    Acredito em vc!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: