Vera Cruz: A Contra Costa

A Contra Costa do município de Vera Cruz esta bem desassistida, na verdade continua partindo do princípio de mobilidade e acesso a cada comunidade que são de má qualidade, pior fica no período chuvoso,que é algo para se qualificar e transformar em um melhor acesso,’O que falta para que isso aconteça?’, essa perguntas sempre são feitas,pois a cada gestão nada muda, “E não venham falar que hoje nestas localidade foram feitas pracinhas, capinação, limpeza de cemitério, calçamento, pinturas de meio fio”, assim relata um morador da Contra Costa.

Matarandiba

Uma estrada que foi feita por uma empresa privada esta em uma situação onde os moradores tem que empurrar o transporte que faz a linha de coletivo, diga-se de passagem sabe-se lá como.

Catu de Berlinque

Não é diferente todos os dias é uma só agonia, carros atolados e moradores tendo que fazerem o trajeto a pé.

Campinas

Não é diferente os mesmos problemas quando se precisa sair da vila para a sede é um ‘Deus nus acuda’, sem transporte por conta da péssima qualidade da estrada.

Ponta Grossa

Era para estar como um tapete foi promessa de construção de uma Bio-via que nem saiu do papel, aliás como sempre ficou na promessa, lembrando que essas comunidades de forma direta contribuem para o desenvolvimento econômico do município.

Não tenha dúvida que promessa é totalmente diferente de compromisso e todos que moram e aqueles que querem conhecer as riquezas que existem nestes locais esperam que um dia o seu direito de ir e vir sejam respeitados, tão simples com um toque de compromisso.

,Visão Cidade

Um comentário em “Vera Cruz: A Contra Costa

  • 27 de julho de 2020 em 09:31
    Permalink

    Excelente matéria principalmente no que diz respeito à localidade de Ponta Grossa.
    É um profundo desrespeito o que acontece nas épocas de chuva por lá.
    Catú de Berlinque a situação é a mesma.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: