Vera Cruz: A política e os seus bastidores

Ao tornar sem efeito o decreto de nº 60/2020, que exonera Emerson Sousa de Santana conhecido “Mercinho” da Secretara de Governo e Inovação do município de Vera Cruz coloca o mesmo como inelegível para a disputa das eleições municipais de 2020, onde na cidade o mesmo vinha sendo cotado pela população para ser membro em uma chapa majoritária, dependendo também da prorrogação ou não das eleições em 2020, fica então para o dia 15 de julho os afastamento dos mesmos.

Sendo assim, agora tecnicamente tem menos um nome para a tão sonhada candidatura a vice do atual gestor em uma possível reeleição em 2020 pois se fala que o mesmo poderia ser candidato a um cargo de deputado para representar a região em 2022, assim levando o vice a assumir o cargo de prefeito. Tudo isso no momento é somente especulação pois as eleições não tem data definida por conta da pandemia, caso as eleições não forem prorrogadas o senhor Emerson estará impossibilitado de participar das eleições de 2020 pois o prazo atual para a desincompatibilização era 04 de junho, no caso das eleições serem prorrogadas o prazo passa a ser 15 de julho assim possibilitando que o mesmo venha participar da eleição.

No momento com o decreto tornando sem efeito a exoneração do chefe de gabinete alguns partidos políticos no município já se coloca nas condições de lançar a sua candidatura própria a gestão municipal em 2020 como também abre possibilidades de que nomes como o de Dr. Nicandro, Jorge Rasta e Eliomar Barbuda ressurjam no cenário político como prováveis pré-candidatos à uma vice na chapa majoritária.

Visão Cidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: