Ferry Boat e Lanchas só pararão, quando a Ilha entrar em colapso

No Brasil, enquanto o coronavírus já matou quase 27 mil pessoas, o transporte marítimo de turistas e visitantes segue tranqüilo pela Baía de Todos os Santos para a Ilha de Itaparica.

A Ilha, neste período de pandemia não está recebendo somente turistas. Algumas pessoas que possuem casas de veraneio na Ilha de Itaparica, acham-se no direito de ir e vir, outras, que possuem parentes e amigos não param de realizar a travessia Salvador X Itaparica. A cidade de Salvador é o epicentro da pandemia da Bahia, com mais de 7 mil casos confirmados.

Recentemente, um rapaz nativo sem saber que estava contaminado com a covid-19 visitou a família em uma comunidade da Ilha, jogou bola, falou com amigos e tomou banho de mar. Em Salvador, testou positivo para o novo coronavírus. E agora?

Um outro fato é que, com lojas e mercados lotados, nem parece que estamos no dito “inverno” da Ilha de Itaparica, pois o soteropolitano, não morador da ilha, sente-se autorizado a freqüentar este lugar e nada tem impedido o grade fluxo de circulação de pessoas pelas ruas da Ilha de Itaparica, como também a livre travessia pela Baia de Todos os Santos. Tal circulação de pessoas é desaconselhável pelas autoridades científicas neste momento de contaminação comunitária pelo coronavírus.
Para o governador da Bahia, Rui Costa, já estamos chegando em um “platô”, momento em que os casos de infectados começam a diminuir. Será? Aqui na ilha isso não parece verdade. Já estamos com aproximadamente 36 pessoas infectadas.

Em suas entrevistas, Lives e posts nas Redes Sociais Marcus Vinicius, prefeito de Vera Cruz e Marlylda Barbuda, prefeita de Itaparica, apresentam constantemente as informações e ações que são realizadas nos dois municípios que compõem a Ilha de Itaparica. Nota-se o esforço e dedicação dos dois gestores no combate a fatídica pandemia. Nestes requisitos, precisamos parabenizá-los.

No entanto, quanto à paralisação do ferry Boat e das lanchas, percebe-se uma neutralidade e falta de diálogo entre os dois gestores. Será que a paralisação do transporte marítimo só ocorrerá em caso de colapso?
Só existe uma forma de conter o avanço do vírus na Ilha? A união da prefeita de Itaparica com o prefeito de Vera Cruz, pois estamos no mesmo mar e a maré quando sobe, sobe para todo mundo.
O arquipélago de Fernando de Noronha , por exemplo,ficou sem viagens e turistas o que resultou na diminuição de casos da covid-19.

A Barca/Ferry Boat que liga Niterói ao Rio de Janeiro foi paralisada. E olhe que o Rio de Janeiro possui o maior índice de mortes no Brasil por número de habitantes.

No Amazonas, o transporte de barcos foi paralisado para conter o avanço da pandemia, fato que demorou de acontecer e hoje vários indígenas estão infectados e milhares de pessoas estão mortas.

Por: Professor Silvano Sulzarty

Texto das redes sociais

2 comentários em “Ferry Boat e Lanchas só pararão, quando a Ilha entrar em colapso

  • 30 de maio de 2020 em 06:55
    Permalink

    um absurdo, tenho abordado esse tema desde o início da pamdia.
    É de estranhar o comportamento desses dois gestores(Itaparica e V. Cruz), cm relação ao grande índice de continuação em Salvador e os respectivos fluxos marítimos estarem transportando diariamente o vírus para seus precários leitos hospitalares. Fica minha idagacão: Qual o propósito? Qual a vantagem para as duas prefeituras com em permanecer com venda nos olhos?

    Resposta
  • 30 de maio de 2020 em 17:54
    Permalink

    “pessoas de Salvador que possuem casa na ilha,se acharem no direito de ir e vir a ilha” temos sim!!
    Por que não se vê pelo lado de que assim como aquecemos o comércio local no verão Agora também nesse momento difícil estamos aquecendo pois os Nativos estão em situação muito difícil!!!
    E somos nós que ajudamos ,eu mesma contribuo bastante,fora serviços que chamamos nativos sem renda para executar os ajudando a levar o alimento para casa!
    Tenha respeito ao colocar suas palavras!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: