Fabricantes não poderão mais vender PCs com Windows 10 32 bits

De acordo com o Techradar, a Microsoft vai encerrar o suporte para novas máquinas com Windows 10 32 bits a partir da grande atualização do sistema, agendada (supostamente) para o dia 28 de maio. Isso significa que as fabricantes de equipamentos OEM não poderão mais comercializar laptops ou PCs desktop com a versão 32 bits do sistema operacional a partir daquela data.

Máquinas em uso ainda terão suporte

PCs rodando o Windows 10 32 bits formam uma parcela muito pequena do mercado. No entanto, a plataforma ainda é importante para usuários que tenham menos de 4 GB de RAM e não querem fazer upgrade. Em máquinas com essa limitação de memória, a versão de 32 bits é mais adequada por consumir menos recursos.

A Microsoft esclareceu que os dispositivos que já foram vendidos e estão em uso continuarão a receber atualizações de recursos e segurança normalmente, assim como as máquinas montadas, que usam o Windows 10 32 bits instalado a partir de uma ISO baixada pelo site oficial.

A medida será aplicada apenas em máquinas lançadas após o final de maio, ou seja, nenhuma fabricante poderá introduzir no mercado computadores que rodam o Windows 10 x86. Sendo assim, os novos PCs e notebooks deverão sair de fábrica já com o Windows 10 x86 64.

Esse fim do suporte para a plataforma de 32 bits em novas máquina dará início à extinção de PCs x86 com sistemas da Microsoft, já que o Windows 7 também já teve seu suporte encerrado.

(Tecmundo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: