Saúde definitivamente na UTI

Fatos lamentáveis vem acontecendo no município de Vera Cruz principalmente com a saúde, na UPA segundo informações já foram dois óbitos em menos de 30 dias, além da falta de medicamentos e de profissionais em alguns instantes para atender a população, sem sombra de dúvida é algo preocupante, porém essas afirmações são da população,por outro lado informações levadas as redes sociais pela gestão dão conta que está tudo às mil maravilhas na UPA de Vera Cruz, por outro lado fala-se também do Hospital Maria Amélia que passou de ser de particular para ser hospital municipal, pois bem nesse hospital segundo informações da população está faltando aparelhagem, está faltando médicos especialistas e o que mais se faz dentro do hospital hoje é parto humanitário, o que quer dizer que se uma gestante precisar de uma cirurgia tem que ser transferida para a capital ou para outra unidade de saúde mais próxima,esses são os relatos dos pacientes no município. Por outro lado a atenção básica de saúde está também precisando de uma ‘injeção’ na sua formulação motivo pelo qual segundo informações de pacientes que utilizam os postos de saúde do município e tem encontrado dificuldades muito grande no que se refere há especialistas nessas unidades e até mesmo medicamentos é uma falta constante, porém segundo as redes sociais alguns membros da gestão informa que está tudo correndo normalmente, o que não se dá para entender é que pacientes informam esta situação de falta de medicamento e falta de médicos e fica o dito pelo não dito. Com tudo isso estamos na época eleitoral a época das Feiras de Saúde, a época do imediatismo e do assistencialismo, porque deixa transparecer que a população só fica doente nesse período onde as Feiras de Saúde predominam nos interiores do estado da Bahia, ao ver que em Vera Cruz nos últimos três meses aconteceram uma média de mais de 4 ou 5 Feiras de Saúde em comunidade diferentes, isso leva a crer e é uma confirmação que a saúde no município está de mal a pior, porém nas redes sociais não é isso o que é dito, na realidade quem termina sofrendo com todas essas ações ou falta de ações é o povo que continua sempre tendo que esta se sujeitando a essas Feiras de Saúde,afinal de contas nada mais, nada menos que só são feitas no período eleitoral. Outro fato interessante é a ambulância terapia essa prática está sendo desenvolvida cada vez mais forte dentro do município ao ponto de que diversos vereadores do município tem a sua ambulância particular, outros até chegam a informar que aquelas ambulâncias que estão chegando para o município no caso para os Postos de Saúde e para o hospital são Emendas Parlamentares dos deputados que os mesmos apoiam,agora vejamos quanto está sendo transformada a saúde do município vivendo com ‘pires na mão’ e a população sofrendo, muitos morrendo por falta de medicamentos básicos, em alguns locais sem sombra de dúvida sabe-se que algumas ações foram realizadas dentro da área de saúde do município mas a realidade é que todas essas ações é pouco para o tanto que o povo precisa, aliás a mudança de tudo isso foi promessa de campanha de vereadores e gestores, porém como é o dito popular que ‘Promessa não é compromisso’, vamos aguardar. Visão Cidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: