CBF oficializa candidatura do Brasil para sediar Copa do Mundo Feminina 2023

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) entregou nesta quinta-feira, 12, na sede da FIFA em Zurique, os documentos que tornam oficial a candidatura do país a sediar a Copa do Mundo Feminina 2023. A proposta do Brasil prevê jogos em oito cidades distribuídas em todas as regiões do país, que também receberam jogos da Copa do Mundo de 2014. São elas: Manaus, Recife, Salvador, Brasília, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre.

Sede de duas Copas do Mundo nos últimos cinco anos Copa do Mundo FIFA 2014 e Copa do Mundo Sub-17 FIFA 2019 o Brasil aposta nessas experiências bem sucedidas para convencer a entidade mundial a realizar o evento novamente no país. A infraestrutura a ser utilizada será a mesma já testada e aprovada nas grandes competições recentes.

– A FIFA já demonstrou que confia na nossa capacidade de realizar eventos deste porte. Eu tenho repetido que a partir de agora a CBF será candidata a receber todas as grandes competições do futebol mundial, pois temos experiência e equipamentos comprovadamente de excelência. Sabemos que temos fortes concorrentes, mas acreditamos na possibilidade de termos mais uma Copa do Mundo no Brasil – ressalta Rogério Caboclo, Presidente da CBF.

Além dos oito estádios a serem indicados para realização da competição, o projeto brasileiro conta com o mapeamento de mais de 60 centros de treinamento, 1000 hotéis, além de estruturas em todas as cidades para realização de sorteios, workshops e eventos paralelos. A expectativa é que um evento deste porte gere cerca de 40 mil empregos diretos e indiretos.

A Copa do Mundo Feminina da FIFA 2023 contará com 32 seleções e seguirá o modelo atual da Copa do Mundo Masculina. A última edição na França foi a mais vista da história, quando cerca de 1,1 bilhão de espectadores acompanharam a cobertura no mundo inteiro.

Se na edição de 2015, no Canadá, a média de espectadores era de 8,3 milhões, no último ano chegou a 17,2 milhões de pessoas vendo cada jogo pela televisão. A destacar a participação da Seleção Brasileira nesses números: os quatro jogos realizados pela equipe estiveram entre as oito maiores audiências de toda a competição.

Concorrem com o Brasil para receber o Mundial a Colômbia, o Japão e a candidatura conjunta de Austrália e Nova Zelândia. Confira anexo os documentos entregues pela CBF à FIFA para oficializar a candidatura do Brasil.(CBF)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: