Ir para Ilha no feriado é difícil

Não existe momentaneamente uma solução para os usuários do sistema ferry-boat e das lanchas que fazem a travessia Salvador-Mar Grande, os passageiros a cada dia mais sofrem com enormes filas e além do mais sem a mínima segurança possível nessas lanchas que vivem totalmente a mercê de uma situação adversa, no sistema ferry-boat os problemas são os mesmos,falta de compromisso e responsabilidade para os seus usuários, o não cumprimento da hora marcada para veículo, o desrespeito para com as filas de prioridades de idosos e a falta de respeito para quem tem o ferry-card que supostamente era para ter acesso livre e de imediato as catracas, algumas dessas pessoas que possuem esse sistema chegam a levar duas horas para adentrar e atravessar para Ilha, isso é totalmente uma falta de respeito para com todos basta ter um feriado prolongado que essas situações reaparece.

O pior de tudo isso é a falta para quem reclamar, a Internacional Travessia e a ASTRAMAB não tem um preposto que possa dar uma informação satisfatória para os usuários, por sua vez a empresa que é para fiscalizar e ordenar todas essas travessias tanto a da lancha como do ferry-boat a AGERBA não tem como informar os constantes atrasos e as constantes falta de respeito para com o usuário, diga-se de passagem e quem mais sofre faz as reclamações que a própria AGERBA não responde nada para ninguém.

Visão Cidade

Um comentário em “Ir para Ilha no feriado é difícil

  • 16 de novembro de 2019 em 18:27
    Permalink

    A internacional marítima não tá nem um pouco preocupada com o usuário, não existe um órgão que fiscalize os absurdos da internacional marítima, isso pq o dono é político influente . Mesmo com preços das tarifas abusivas o usuário muitas vezes não tem lugar para sentar e os sanitários são uns chiqueiros, lamentável. Só resta aos usuários a ajuda de sites como esse para mostrar a realidade.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: