WhatsApp ‘muda’ de nome e pode banir usuários sem idade mínima

Uma atualização do WhatsApp Beta para Android indicou que o mensageiro vai incluir a marca do Facebook em seu nome. A mudança já havia sido confirmada pela empresa nas últimas semanas, mas a versão 2.19.222 do programa beta, lançada nesta terça-feira (13), passou a exibir “WhatsApp do Facebook” no menu de configurações. Além disso, de acordo com o site especializado WABeta Info, o updatepode começar a permitir o banimento de contas que não cumpram a idade mínima de cada país — 13 anos, no caso do Brasil —, como descrito nos termos de serviço do app. As mudanças não têm previsão para chegar ao aplicativo principal.

Outra versão do WhatsApp Beta para Android também lançada nesta terça passou a permitir o desbloqueio do aplicativo por meio da impressão digital, em celulares compatíveis. Disponível no iPhone (iOS) desde o início do ano, a novidade apareceu no sistema do Google a partir do update 2.19.221, e pode chegar em breve à versão final do app. Para usá-la imediatamente, é necessário aderir ao programa de testes do WhatsApp.

WhatsApp começa a mostrar nome do Facebook no menu de configurações — Foto: Reprodução/TechTudo

WhatsApp começa a mostrar nome do Facebook no menu de configurações — Foto: Reprodução/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Nas últimas semanas, o site The Information noticiou que o Facebook planejava adicionar seu nome ao WhatsApp e ao Instagram. A empresa de Mark Zuckerberg confirmou a informação, e a mudança no mensageiro começou a ter efeito com a atualização desta terça. Ao acessar o menu “Configurações”, é possível visualizar, na parte de baixo da tela, o novo nome: “WhatsApp do Facebook”.

No Instagram, já é possível ver o nome “Instagram do Facebook” no menu de ajustes das versões finais para os sistemas do Google e da Apple. A novidade também deve mudar as páginas dos aplicativos na Google Play Store e na App Store. Por enquanto, a tela inicial dos smartphones deve continuar com as identificações individuais dos apps.

As mudanças foram recebidas de maneira controversa por funcionários e usuários das três plataformas. Alguns alegam que a independência dos aplicativos sempre foi um ponto positivo, ainda que todos pertençam ao grupo de Mark Zuckerberg. O anúncio também surpreendeu por chegar no momento em que a Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos conduz uma investigação antitruste sobre as aquisições recentes do Facebook, conforme divulgado no início do mês pelo The Wall Street Journal.

WhatsApp pode banir usuários sem idade mínima

Segundo o site especializado WABetaInfo, a nova versão beta para Android também pode começar a banir usuários que não tenham a idade mínima exigida pelo app. Isso colocaria em prática uma mudança dos termos de uso do WhatsApp, feita em abril de 2018. O texto diz que, “se você vive em qualquer outro país exceto os da Europa, você deve ter ao menos 13 anos para utilizar nossos serviços”. No entanto, não está claro como a empresa faria para identificar quem não preenche os requisitos.(Techtudo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: