O desenvolvimento acarreta grandes transformações



Os últimos dias em Salvador alguns animais silvestres tem aparecido na área urbana e vistos por populares e são chamado o corpo de bombeiro ou grupamento especializado da guarda municipal para recolher esses animais que na verdade são animais que vivem na mata como cobras, jacaré, dentre outros, um fato que chama a atenção de todos dá-se por conta dos desmatamentos feitos para construções de avenidas e vales, como também de empreendimentos imobiliários, fica aqui uma grande interrogação ‘Como é feito o controle habitacional desses referidos animais?’.

Um outro fato bastante comum hoje se dá por conta de que em algumas comunidades mais conhecidas como periferia a exemplo do Subúrbio Ferroviário,Cajazeiras e do outros bairros,Pirajá, Marechal Rondon, dentre outros também tem aparecido muitos animais como cobras e jacarés, porém hoje a preocupação maior destas comunidades estão com a proliferação dos roedores esse tipo de animal que a cada dia mais vem aumentando a sua proliferação, diga-se de passagem colocando em risco a comunidade soteropolitana.

Com os dois casos é visível a contribuição humana diretamente com os fatos, no primeiro sabemos que é e se faz necessária as construções das avenidas, dos vales, dos empreendimentos imobiliários, no segundo fato temos também a contribuição direta da população no que se refere ao armazenamento do lixo, por um outro lado precisa-se que as autoridades administrativas do município e do estado tome as devidas providências no que se refere aos padrões de avaliação, tanto das construções por onde vai passar as vias se não afetará os locais de matas onde é o habitat natural de vários animais, por outro lado se faz necessário também um trabalho de conscientização da população no sentido de um melhor armazenamento e destino do lixo produzido nas residências.

Reciclar é preciso, cuidar das matas é de uma relevância muito grande, lixo é um problema de saúde pública, cabe a cada um cuidar bem dela.

Visão Cidade



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: