O povo não aguenta mais o último ato: ‘A ingratidão’



É a pura realidade a ingratidão, ela é sempre lembrada no último ato, não tenha dúvida que essa é a posição de muitos, se lembra sempre de quando está sendo beneficiado, porém quando algo não é do seu interesse ou que venha lhe beneficiar entra o último ato esquecendo de todas as virtudes, os bons atos, as boas atitudes e entra em ação a ingratidão, aí está o último ato.

Temos visto isso na política tem muitas pessoas que hoje pretendem entrar no meio político partidário propriamente dito muitas destas pessoas vivem no anonimato escondido por trás de ações em comunidades carentes colocando-se como lideranças e amigos da população, muitas dessas pessoas que se colocam hoje como futuros políticos eleitos, porque esses pensaram em participar de um processo seletivo no ano de 2020, seja ele para ser candidato a vereador ou como também ser candidato a gestor municipal, aí a coisa fica mais complicada para muitos, pois para ser gestor seja do mais da longe cidade na capital baiana é muito difícil,uma candidatura precisa de muito trabalho, a menos que venha com um processo de aglutinação de pessoas e com a formação de uma equipe de excelência, daí então se credenciar a colocar o seu nome para tal propósito, pois sabemos que para ser gestor é preciso ter conhecimento de muitos requisitos principalmente precisa-se ter pulso forte e o mais importante de todos eles uma palavra chave a humildade.

Vale ressaltar a todos os pré-candidatos tanto para vereador como para gestor que na legislação eleitoral ouve pequenas mudanças, principalmente de um fator que era um motivo de alianças até mesmo que deixaram muitos candidatos fora de mandatos por conta das coligações para vereadores que em 2020 não acontecerá mais, cada partido terá que ter o seu número de candidatos para conquistar o coeficiente eleitoral, para que possa eleger os seus respectivos vereadores, por outro lado essa aliança de coligação poderá ser feita com gestão, porém deve-se ter muito cuidado, pois o povo precisa saber de que lado cada um está e não deixando de lembrar que no último ato, ‘Ele marca e o povo já está cansado de tanta ingratidão’.

Visão Cidade



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: