Itaparica e Vera Cruz: ‘Mãe e filha’, brigam por terra



Uma PL em tramitação na ALBA trata da delimitação dos territórios do estado da Bahia muitos destes já resolvido consensualmente pelos gestores, outros se arrasta em intensas batalhas por comunidades até mesmo por cada pedaço de terra, cidades como Salvador/Lauro de Freitas, Itaparica/ Vera Cruz, Salinas das Margaridas/ Jaguaribe, dentre outras, hoje o responsável pela comissão que dará um parecer é o deputado Osni.
Para muitos moradores de Gameleira é de fato e de direito de Itaparica, porém quem cuida é Vera Cruz e a comunidade se sente vera-cruzense isso não se tem dúvidas, com para outros tudo isso seria bem fácil de resolver é só fazer da seguinte maneira do lado direito é Itaparica do lado esquerdo é Vera Cruz é tão simples na teoria, pois na prática é uma outra realidade, pois a exatos 57 anos da emancipação política o município não quis está fatia da Contra Costa por que na época era só mato(segundo relatos) e não se tinha acesso a comunidade como Baiacu, Matarandiba, dentre outros e Itaparica vivia o auge do veraneio.

Veja o que dizem os gestores municipais de Itaparica e Vera Cruz na paginas das redes sociais;

Para o prefeito de Vera Cruz Marcos Vinicius

“Vera Cruz esteve na reunião na ALBA foi dia de defender Vera Cruz junto à Assembleia Legislativa da Bahia, discutindo a nova demarcação da Ilha. A região da Gameleira por exemplo ainda tem a população considerada pela Lei como de Itaparica e os recursos também são repassados ao Município de Itaparica. É hora de corrigir tais distorções e já deixei claro: Não vou negociar o inegociável.”

Para a Prefeita Marlilda Barbuda de Itaparica

“Afirma que quando a gente defende o que é por LEI nosso, defendemos em grupo! Para quem não sabe de nossa história, vou narrar: em 1962 tivemos o nosso território dividido, esta divisão começa no Porto da Misericórdia e vai até a ponte de Gameleira, que fica lá dentro…lamentavelmente os prefeitos que me antecederam não fizeram sua parte em defesa do nosso território e deixaram o município vizinho prestar os serviços necessários à população. Hoje à população de Gameleira entende que pertence ao município de Vera Cruz, isso é compreensível, o que eu não poderia fazer é deixar de discutir o que a lei diz e isso não faria mesmo, pois não conduziria da mesma forma que fizeram no passado, se omitiram e negligenciaram o território e a população. Não poderei deixar de questionar a contagem de uma população que está em nosso território e faz com que a nossa arrecadação seja a que temos hoje. Do mesmo jeito que não queremos tirar nada de ninguém, não queremos perder nada, até porque Itaparica, como terra mãe, já deu de mamar a muita gente!”

Que o bom senso e o comum acordo possa prevalecer, como os municípios de Salinas e Jaguaripe que já resolveram os seus limites e também penso poderia se reunificar os dois municípios Vera Cruz e Itaparica, fala seu Antônio Cruz.

Visão Cidade



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: