Hospital Municipal completa um ano e vai ganhar salas escolares

Propaganda
O Hospital Municipal de Salvador (HMS) completa um ano de inaugurado nesta quinta-feira (04), mas a festa esta marcada para a próxima segunda (08), quando a Prefeitura vai inaugurar duas salas de aula da Escola Municipal Hospitalar Irmã Dulce que irão funcionar dentro da unidade de saúde. Será uma sala para crianças e outra para adultos.
A escola conta com uma rede de professores especializados no atendimento a estudantes com necessidades especiais, e já possui 166 alunos matriculados. São crianças e adultos que, por questões de saúde, não têm condições de frequentar uma unidade de ensino. O projeto, coordenado pela Secretaria Municipal de Educação (Smed), já funcionada em 11 hospitais, três clínicas, cinco instituições de apoio, além de domicílios.
Aniversário – O HMS completa o primeiro aniversário com mais de 123 mil atendimentos realizados, entre os quais cerca de 12 mil a pacientes que vieram do interior do estado. A unidade tem sido um divisor de águas para a área de saúde na capital baiana e tem como grande diferencial o atendimento humanizado.
Na recepção, três funcionárias atendem aos pacientes e familiares com muita dedicação e gentileza. “É uma questão de empatia”, diz a recepcionista Adriana Loniel, ao comentar o quanto é importante se colocar no lugar do outro para realizar um trabalho de qualidade. “Além de ser da nossa personalidade, somos orientadas pela coordenação a zelar pela qualidade e humanidade”.
A diretora técnica do hospital, Thayse Barreto, ressalta que o atendimento humanizado é um princípio fundamental para o funcionamento da unidade, desde o momento da seleção de novos colaboradores, passando pelo treinamento, até a rotina nos leitos, ambulatórios, emergências e demais setores. “Dessa maneira, não vamos tratar uma doença, mas sim cuidar de uma vida que passa por uma enfermidade”.
Leitos – Ao todo, são 210 leitos (30 para Unidade de Terapia Intensiva – UTI, 150 para clínica médico-cirúrgica e 30 para pediatria). No local, são feitas cirurgias de urgência, como as de trauma, abdômen agudo e neurocirurgia, e também algumas eletivas, como a de vesícula, hérnia e apendicite. Alguns dos exames realizados são tomografia computadorizada, doppler, holter, ecocardiograma, ultrassonografia, raio-x, eletrocardiograma, eletroencefalograma  e ressonâncias.
Os pacientes são atendidos dentro do tempo estipulado de acordo com suas classificações de risco, tendo como base o Protocolo de Manchester. Pacientes que necessitam de algum tratamento que não está disponível na unidade são transferidos para centros especializados via regulação. Outro benefício do Hospital Municipal é que o tratamento pode ter continuidade na residência do paciente. Mensalmente, são realizados quase 200 atendimentos em domicílio.
SECOM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: