Para quem foi jovem nos anos 70 e 80 em Salvador, do BAÚ!!

Para os mais saudosistas, veja do que você lembra:

Ir à praia da 3ª escada do Farol, que era o point; e na Pituba no Tatu Paca; Praia longe era a do SESC(terceira ponte) e Plakafor, o Porto da Barra ainda era legal para pegar uma praia no meio da semana; Lembra da Kombi de sorvete Primavera com o seu sininho; Ainda chama abadá de mortalha, e usou daquelas que iam até o pé, inclusive lembra da azul turquesa do Jacú e do macacão do Traz Os Montes; Do baile do Patropi, do baile do Preto e Branco, do Baile de Yemanjá (no clube Português); Curtiu bailes de carnaval no Clube dos Fantoches; Foi para festas de 15 anos na Cabana da Barra, dançou na Boate do Bahiano (com som de Crezo), na matinê da Hipopótamos, na Parafernalha, e aprendeu a dançar como John Travolta com o anão da Maria Phumaça; Frequentou a Boal’amour ou Close-up, a barraca do Juvená e o Varandá do Sandoval; Participou da Gincana da Primavera na Fonte Nova, Tinha algum colega de escola que fabricava loló para o Carnaval (e vendia em frasco de Seiva de Alfazema); Andava em ônibus da Vibensa, estudou no Vieira, Maristas, 2 de Julho, Sacramentinas, Instituto Feminino e, se levou pau, acabou no Ipiranga ou Pio X; Foi para a porta do Sophia Costa Pinto ver as meninas em seus mine vestidos; Viu o Leônico disputar título de turno na Fonte Nova, com o goleiro ajoelhado rezando pra acabar o jogo; Passou parafina no cabelo e usava calça OP, camisa Hang Tem (compradas na Koisapaka) e sandália Catina Surf; Marcava encontros no Fundação Politécnica, pois o Iguatemi ainda não existia. Já usou muita roupa da Mesbla e Sandiz; Colecionou carrinhos de metal em miniatura da Match Box, que abria as portas e a tampa do motor, comprados na Kitlandia, na Av. Carlos Gomes; E aquele hot dog do Tonni’s ou comeu na Kombi 4 rodas na Pituba? Já assistiu muita guerra de submarino no Jardim dos Namorados; Assistia ao ‘Parquinho’ de Tia Arilma só para ver Miss Mara, Geisa e Deusete; Assistiu a abertura da TV Itapoan que durava 5 min. só para ver a bunda da menina que saia da água; Esperou durante 1 mês a TV Bahia começar a programação e durante este tempo só estava no ar o logotipo; Sabe também o jingle da TV Aratu (‘TV Aratu canal 4/ Salvador, meu amor, Bahia…’), Telebahia (‘e fale bem desta terra com emoção…’); No São João comprava bomba de 1000 escondido; Já teve uma calça jeans US Top, porque a Lee Riders era muito cara!! Viu seu primeiro show de strip-tease na Number One e teve sua vida sexual iniciada no Alto de Ondina com as “meninas” que faziam ponto em frente ao, já abandonado, Boliche de Ondina. Foi a show no Baiano? Curtiu A cor do som, Moraes, Novos baianos? Saía para pegar coroa no Quintela, Cabana e Carinhoso; Alistou-se na Barroquinha ou no Forte de Sto. Antônio; Programa de domingo à tarde era ir à Ribeira tomar sorvete; Dançou lambada ou discoteca no Freddy’s; Tinha algum parente que corria na Turma da Madruga; Chamava a UNIFACS de Trabuco; Participou de ‘pegas’ na Barra. E quando jogavam óleo na pista pra os carros rodarem; Domingo à noite vibrava com o Pitubão e corria quando a polícia chegava; Já pulou do trampolim de saltos ornamentais na AABB, que virou Unimar, que virou Paes-Mendonça, que virou Bom Preço; Fez escolinha de tênis com Tchê na Associação Atlética; Já foi ao Iguatemi de frescão; Assistiu 7 vezes a peça A Bofetada; Já perdeu a conta de quantas vezes a Concha Acústica do TCA foi inaugurada; Lembra do Teatro Maria Bethânia; Assistiu show de A Cor do Som no Farol; Dançou na Tropicália, dia de domingo, às 18:00, com Cleber e Pica-pau querendo dar show; Foi na Boate Champanhe, e na Green House; Lembra das ‘Mostras de Som’ do Social? Participou dos desfiles das escolas no dia do estudante; Viu alguns malucos andarem de moto na balaustrada da Barra no domingo a noite durante os pegas; Ouviu mixagem do DJ Wilson na Itapoan FM; Quem não lanchou na Cubana, e na Roses (no início da Carlos Gomes); E por falar em Carlos Gomes , quem não comeu as esfihas do Good Day e do TengTeng, ali em frente ao Brazeiro; Quem não lembra da Banda Reflexos e da Banda Mel; Quem não acampou durante o carnaval em Guarajuba, que quase não tinha casas; e no Clube do Camping; Quem lembra do bar Portal onde Netinho cantava; Quem lembra do Sabor da Terra, barzinho de movimento; Quem lembra do Canteiros (barzinho na Pituba)? E das batidas do Diolino no RioVermelho?; Quem não lembra do Cine Rio Vermelho, do Guarani, que virou Glauber Rocha?; Garanto que você deve ter assistido muitos filmes nos Cines Art 1 e 2 (que antes era Bristol e antes ainda, era Cine Politeama); Ou do Cine Bahia, onde Ghost passou durante 8 meses. Quem lembra que para ir para praia do Conde eram mais de 6 horas, pois a estrada não era estrada, era trilha?; Quem não esteve (ou disse que esteve) na Fonte Nova quando o Papai Noel chegou de helicóptero?; Curtiu banho de lagoa depois da praia em Stela Mares; Curtiu as noite de sábado na Le Zodiac; Ou comprava uva na subida da Barroquinha no Carnaval? Namorou escondido no passeio público…Ou no Jardim de Nazaré Paquerou na Moenda, cheia de turistas; Comia no chines Tong Fong em frente ao Forum. No verão, depois do por do sol no Farol, tomou chopp no Oceania, servido por Vovô ou Amilton, e nas noites de domingo ia comer pizza na Pizzaria Guanabara, no “fim-de-linha da Barra”. Quanta coisa boa…
Não dá pra esquecer. Só dá pra perceber que tá todo mundo coroa.

Autor desconhecido texto das redes sociais

Um comentário em “Para quem foi jovem nos anos 70 e 80 em Salvador, do BAÚ!!

  • 9 de fevereiro de 2020 em 17:31
    Permalink

    Bons tempos!
    Smartphone, iPhone? Nem pensar!!!
    A interatividade era corpo a corpo com muita conversa e emoção!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: