Professora da Rede Municipal vence etapa e é finalista de prêmio nacional

A professora Rosana Torres da Silva, da Escola Municipal Artur de Sales (Santa Cruz), foi a vencedora do prêmio regional da 11ª edição do Prêmio Professores do Brasil no segmento Pré-Escola. O resultado foi anunciado pelo Ministério da Educação (MEC) nesta segunda-feira (15), Dia do Professor. A professora já havia vencido a etapa estadual do concurso e agora disputará a nacional.

Com o projeto “O cotidiano e seu valor para a vida na escola… Por uma escola Com Vida”, Rosana incentivou as crianças a observarem mais o cotidiano e as pessoas ao seu redor. “Foi uma surpresa e tanto, sei que o que fazemos aqui só faz aumentar a criatividade e o aprendizado dessas crianças. Então, a gente procura fazer o melhor por elas e com elas. Esse foi um resultado pensado em grupo”, ressaltou.

Tudo começou com a ideia de fazer uma salada de frutas. “Nós fomos preparar com elas essa salada e ficou evidente o protagonismo das crianças, o desejo se envolver, de contar quantos pratos tinha na cantina, o desejo de servir, cortar as frutas, de organizar, de apoiar. A partir daí separamos grupos e cada uma decidiu ficar onde mais se identificava”, contou a professora.

Depois disso, a coordenadora pedagógica, Jane Machado, parceira no projeto, propôs uma mudança no refeitório. “Então começamos com o gerenciamento do espaço, com as impressões das crianças, dando voz a elas para que elas pudessem se identificar, olhar para aquela arrumação e perceber que aquele ambiente tinha o toque delas. Elas arrumaram a cantina da escola com mensagens educativas, com dicas de boas práticas de alimentação e receitas de comidas saudáveis, até as toalhas das mesas foram pensadas por elas. Então todo o nosso processo de preparação do projeto começou com o interesse deles e com a aceitação de cada um dentro da sala de aula”, relatou Rosana.

Etapa estadual – Além de Rosana Torres, a professora Adriana dos Santos Ventin de Souza, da Escola Municipal Joaquim Magalhães (Itacaranha), venceu a etapa estadual no segmento 4º e 5º anos do Ensino Fundamental com o projeto: “Saúde, Corpo e Movimento: Uma Educação Mais do que física”. E na categoria Destaque, foram classificadas as professoras Mônica Freitas da Silva Soares, da Escola Municipal Artur de Sales (Santa Cruz), com o projeto Investigando as Tartarugas, e Nívea Silvestre da Conceição Costa, da Escola Municipal da Engomadeira, com o projeto Leia Conte e se Encante. Elas participaram nos segmentos Pré-escola e Ciclo de Alfabetização: 1º, 2º e 3º anos do Ensino Fundamental, respectivamente.

Premiação – Em nível estadual, receberão o troféu de vencedor os professores autores dos relatos de prática selecionados entre os mais bem avaliados, por categoria, em cada estado ou Distrito Federal. Em nível regional, serão premiados 30 professores – dentre os 162 selecionados para essa etapa durante a seletiva estadual – sendo um por categoria de cada região geográfica, que receberão R$ 7 mil cada, um troféu e uma viagem oferecida pela Capes.

Esses professores serão também selecionados para avançar para a etapa nacional. Já em nível nacional, além dos prêmios recebidos nas etapas estadual e regional, os seis
professores autores dos melhores relatos de prática pedagógica, um de cada categoria – dentre os 30 classificados na etapa regional – receberão adicionalmente, cada um, R$ 5 mil e troféu.

SECOM 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: