Mensagem de aniversário do WhatsApp com R$ 70 é falsa

Um golpe que oferece R$ 70 em crédito para celulares pré-pagos em comemoração ao falso aniversário do WhatsApp está rodando no aplicativo. De acordo com o dfndr lab, da PSafe, a empresa já detectou mais de 30 mil ataques direcionados nas últimas 24 horas.

Segundo o dfndr, ao clicar no link, o usuário acessa uma página na qual é incentivado a compartilhar a promoção com todos os contatos e grupos do WhatsApp para ter acesso ao crédito prometido. Após o processo, diferente da maioria dos ataques, o usuário é direcionado para uma página de um segundo golpe que oferece cartões de crédito sem consulta ao SPC e Serasa. No percurso final do golpe, o usuário é direcionado para páginas falsas diversas que solicitam nome completo, e-mail, CEP e data de nascimento para receber algum suposto benefício.

Para se proteger, é sempre recomendado desconfiar de mensagens e anúncios no WhatsApp ou Facebook

“A cada dia que passa os cibercriminosos tentam ampliar sua atuação de formas diferentes para enganar cada vez mais pessoas. Linkar golpes diversos pode ser uma forma de despertar a curiosidade das pessoas que podem acabar incluindo seus dados para conseguir o suposto benefício ou promoção. É muito importante que as pessoas estejam atentas ao que recebem via aplicativos de mensagens, independentemente de quem enviou e da marca em questão.”, comenta Emilio Simoni, diretor do dfndr lab.

Para se proteger, é sempre recomendado desconfiar de mensagens e anúncios no WhatsApp ou Facebook: essa é a mais nova modalidade dos golpistas, que têm usado especialmente as redes sociais para disseminar o golpe. Duvide também de supostas ofertas recebidas por app de mensagem, como o WhatsApp. Para confirmar se a oferta exibida na rede social é real, abra o navegador, navegue até o site do varejista e busque o produto anunciado.

Também não clique em links: principalmente os recebidos de desconhecidos, nem em links suspeitos enviados por seus amigos via redes sociais ou e-mail. Eles podem ser maliciosos, criados para baixar malware em seu dispositivo ou para direcioná-lo a páginas de phishing que coletam dados do usuário.(Tecmundo)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: