A ponte Salvador/Itaparica tem prós e contras

A Ilha de Itaparica com os municípios de Vera Cruz e Itaparica e outros círculos vizinhos podem perder muito com a construção da Ponte Salvador / Itaparica, na realidade o intuito não é esse e sim ser criado uma nova alternativa de se escoar as produções para o Porto de Salvador e Aratu localizado um na Baía de todos os Santos e o outro lógico na Baía de Aratu em Simões Filho,além de uma nova alternativa para a entrada e saída da capital baiana, por não ter uma outra opção a não ser a ultrapassada BR 324.
A sociedade precisa se preocupar com o fato não deixar tão somente nas mãos dos que se dizem responsável pelo feito, um dos maiores empreendimentos da região corre o risco de ser prejudicado no seu todo caso a ponte não tenha durante o seu percurso uma cancela para que os navios de grande porte e plataforma de petróleo possam passar para fazerem as suas manutenções, falamos do Estaleiro da Enseada do Paraguaçu em Maragojipe, além de tudo isso os impactos sócios econômicos nas cidades.
A ponte é necessário não tenho dúvida, porém se faz também necessário uma discussão ampla e principalmente participativa, onde será o momento de construir um planejamento para cada uma destas cidades do recôncavo.

Visão Cidade



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: