Morro do Cristo ganha tirolesa a partir desta sexta (21)

Propaganda
A partir desta sexta-feira (21), soteropolitanos e turistas vão poder ter a sensação de aproveitar, de uma maneira diferente, um dos cartões postais e pontos turísticos mais belos de Salvador: o Morro do Cristo da Barra, que foi requalificado pela Prefeitura. O local vai contar com ponto de partida de uma tirolesa que possui 110 metros de percurso e 15 metros de altura. A plataforma de desembarque será ao lado do restaurante Barravento e o equipamento funcionará de segunda a sexta, das 10h às 18h, e sábado e domingo das 9h às 19h. O valor do passaporte é R$30 (inteira) e R$ 15 (meia), pois trata-se de uma iniciativa privada, com a liberação do espaço por parte do Executivo municipal.
O titular da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), Cláudio Tinoco, destaca que a tirolesa vai se somar a todos os atrativos já presentes na orla da região, aumentando a oferta de lazer e entretenimento. “É uma área que já atrai visitantes pelo sol e praias do Porto e Farol da Barra, além dos espaços históricos e culturais Carybé de Artes, Pierre Verger da Fotografia e Museu Náutico da Bahia. Agora vamos nos apropriar da tirolesa como mais uma opção para promover Salvador”, projeta Tinoco.
De acordo com o diretor técnico da empresa responsável pelas tirolesas da capital baiana e de Morro de São Paulo, Juan Pablo Caamaño, o projeto no Cristo da Barra vem sendo estudado há quatro anos para proporcionar aos clientes uma experiência marcante.  “A cidade receberá um presente mais que merecido. A tirolesa permanente, no bairro da Barra, vai proporcionar uma maior movimentação de pessoas, entre moradores e turistas do Brasil e do mundo, principalmente aquelas que gostam de adrenalina e esportes radicais com segurança. Não tenho dúvidas do sucesso”, afirma.
Requalificação – Tanto o Morro quanto o Monumento ao Cristo Nosso Senhor, na Barra, foram alvos de projeto de requalificação da Prefeitura, com entrega oficial a ser realizada ainda este ano. As mudanças no monumento incluem alvenaria de contenção, piso e iluminação. Foi feita ainda a substituição do pedestal, que passou de granito preto para vidro, sem alterar as características do patrimônio.
A mudança do pedestal tem como intuito fazer com que as pessoas tenham a impressão de que o Cristo pareça “flutuar” sobre o mar. Houve também um restauro da imagem do Cristo com recomposição de um dedo e do cajado, ambos em mármore Carrara. Para o acesso à estátua, as antigas placas de concreto foram substituídas por granito, por causa da durabilidade, formando degraus ao longo da encosta.
O conjunto foi tombado em março do ano passado através da Lei de Preservação ao Patrimônio Cultural do Município (Lei 8.550/2014), organizada por meio da Fundação Gregório de Mattos (FGM). O monumento e seu entorno estão inseridos em Área de Borda Marítima de Salvador, para a qual a atual administração municipal está realizando intervenções buscando a requalificação urbano-ambiental dos seus espaços. Trata-se, portanto, da conservação de um patrimônio, religioso e cultural e da preservação de um dos mais bonitos sítios e importante ponto turístico da capital baiana.
Desde junho deste ano, a Guarda Civil Municipal (GCM) monitora 24 horas por dia a área onde se encontra o Monumento ao Cristo Nosso Senhor, com o objetivo de garantir a preservação do equipamento público e a segurança dos visitantes. Foram instaladas câmeras que permitem que agentes da Guarda possam acompanhar toda e qualquer movimentação nas proximidades do Cristo.
SECOM


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: