USP faz evento sobre mudanças globais e extremos climáticos

Propaganda

Energias renováveis, florestas e futuro das negociações internacionais: estes são os temas que guiarão as discussões da quinta Conferência Regional sobre Mudanças Globais, que ocorre nos dias 5 e 6 de junho no campus da USP na capital paulista.

Desde a última conferência, realizada em 2011, o cenário internacional reafirmou a relação entre geração de energia e clima. Os extremos climáticos mais severos em várias regiões do Brasil, principalmente na região amazônica, refletem a sensibilidade dos ecossistemas naturais, do agronegócio e da produção de energia renovável às variáveis climáticas, potencialmente acentuadas pela elevação do consumo de combustíveis fósseis. A saída dos Estados Unidos do Acordo de Paris aumenta as incertezas em relação aos enfrentamentos dos problemas causados pelo aquecimento global no futuro próximo.

Para a discussão, foram convidados especialistas e pesquisadores envolvidos nos temas. Entre eles, o reitor da USP, Vahan Agopyan; o pesquisador Carlos Nobre, um dos mais renomados meteorologistas do País; o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso; o biólogo Marcos Silveira Buckeridge, presidente da Academia de Ciências do Estado de São Paulo; entre outros representantes da USP, Ipam, Inpe e instituições internacionais. Fonte: Jornal da USP (#Envolverde)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: