Copa 2018: Futebol sem convencimento

Após longos 15 dias de disputa da fase eliminatória dos grupos a Copa do Mundo 2018 na Russia chega ao meio da competição com 16 (dezesseis)seleções classificadas tendo a Europa com mais equipes classificadas foram 12(doze), a Sul-Americana 4(quatro), Norte-Americana 1(uma), Asiática 1(uma), que estarão a partir de amanhã dia 30 disputando a fase do ‘mata, mata’ o famoso ‘perdeu tá fora’, agora não cabe mais derrota só a vitória interessa para as 18(dezoito) seleções nesta disputa.

Entre as classificações das seleções fica um demonstrativo que a primeira fase foi um nivelamento igualitário dentre todas ‘por baixo’ o futebol apresentado não foi dos melhores, não credenciando nenhuma das seleções como favorita para ser a campeã do mundo da bola em 2018. 

Agora é o fator competência que ditará o ritmo da competição quem aproveitar melhor as oportunidades vence os jogos o que não cabe mais a derrota e empates só a vitória é o alvo.

No mapa o demonstrativo é visível a superioridade das seleções europeias, pois nestes países tem se obtido com um futebol mais organizado e com melhores resultados,os Asiáticos ficaram por disciplina um fator importante para uma equipe de futebol,o Norte Americano com um futebol mediano e cheio de autos e baixos,os Sul- Americanos com a garra de suas seleções e com a tentativa de demostrar o peso da camisa canarinho que já não é tão pesada assim.

Resta partir para emoção que começa amanhã é só torcer pela sua seleção, após os resultados serão choros e lágrimas de um lado por conta da desclassificação e do outro lado sorriso e lágrimas por terem passado e se credenciado para mais uma frase podendo chegar ao tão sonhado título de campeão do mundo da bola,pois algumas seleções já campeãs não se classificaram para a primeira fase e outras já se despediram da disputa.

Visão Cidade



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: