APLB: Nota de esclarecimento sobre a verdade do precatório do FUNDEF de Vera Cruz

As verbas já se encontram na conta da prefeitura. Conta aberta especificamente para isso. O prefeito já poderia nos chamar para discutir como será investido essas verbas. Ele sabe, lembrando a sua formação em Direito que em Vários municípios a prefeitura teve que pagar os 60% ao magistério. Os prefeitos só negociam quando bloqueamos. A APLB já acionou a justiça pelo bloqueio. Ainda não foi bloqueado. Quem faz isso é o juiz. Ele está dizendo que está bloqueado para ganhar tempo e planejar uma forma de nos prejudicar. Não confio em pessoas que mentem. O gestor nos garantiu publicamente cumprir a Lei da educação e ganhou as eleições com esse discurso. Entretanto desde que entrou ele viola nossas leis e no retira os nossos direitos. Estamos lutando para bloquear e poder negociar de forma justa a indenização, incluindo os funcionários de escola que estão na Manutenção da Educação. A luta é grande. Trata-se de 46 milhões. Ele não é justo e não fará equidade. Nossa unidade e luta é que nos garantirá receber os nossos direitos. Portanto, venham há assembleia.

Ele já está dizendo que quer todo o dinheiro para aplicar na construção de escolas. E sabemos como os desvios de finalidade ocorrem, principalmente nas licitações. Não somos ingênuos de que Vinicius é justo. A nossa unidade nesse momento é crucial e precisamos entender que somos a nossa valorização está acima de cimento e blocos. O Fundef é da Educação e dos seus trabalhadores.

APLB Sindicato Núcleo Vera Cruz



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: