Sábado será o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe

Propaganda
Neste sábado (12), teremos o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe). Neste dia, as equipes das secretarias municipais de saúde dos 417 municípios da Bahia trabalharão para que a população, que não pode comparecer a um posto de vacinação nos dias úteis, possa ser imunizada contra a gripe. Os postos municipais de saúde funcionarão e, além deles, a população poderá contar com postos móveis, instalados em locais estratégicos como shoppings, supermercados, etc.
A campanha nacional de imunização foi iniciada no dia 23 de abril e termina no dia 1º de junho. A meta da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) é vacinar 90% do público alvo, formado por 3,6 milhões de pessoas dos grupos prioritários: indivíduos com 60 anos ou mais; crianças de seis meses a menores de cinco anos; gestantes e puérperas (até 45 anos dias após o parto); trabalhadores da saúde; professores; povos indígenas; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.
No ano passado, dos 27 estados brasileiros, apenas dez alcançaram a meta pactuada de vacinar 90% da população alvo. Na Bahia, foram vacinadas 2,6 milhões de pessoas, o que representou 84,60% da cobertura vacinal, considerando a estimativa populacional de 3 milhões de pessoas. Dos 417 municípios, apenas 172 alcançaram a meta de vacinar 90%. Este ano, a equipe da Diretoria de Vigilância Epidemiológica espera que a população compareça mais aos postos para que se possa alcançar melhores resultados. Até o momento, 721.966 doses foram aplicadas no Estado.
 
Últimos dados
O último boletim, divulgado na quarta-feira (9), pela Divep, informa que até o dia 5 de maio deste ano foram notificados 687 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 54 óbitos. Dentre esses casos, 116 foram confirmados para Influenza, sendo 100 pelo subtipo A H1N1, com 15 deles evoluindo para óbito.
No mesmo período de 2017, foram notificados 200 casos de SRAG, com 18 óbitos. Dentre eles, 19 foram confirmados para Influenza sem registro de óbitos, sendo dois casos de Influenza A H1N1. Foram confirmados casos de A H1N1 em 22 municípios e os óbitos ocorreram em seis deles. Salvador registrou dez (10) óbitos. Os outros municípios foram Camaçari (1); Lauro de Freitas (1); Retirolândia (1); Saúde (1) e Serrinha (1). A faixa etária de maior ocorrência foi entre os menores de cinco anos e maiores de 60 anos, sendo que 66,6% dos óbitos ocorreram nesse grupo.
Fonte: Ascom/Secretaria da Saúde do Estado (Sesab)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: