Estudante do Instituto Quilombo Ilha passa no curso de direito da USP

Propaganda

Os 900 pontos na redação e 699.4 na média geral do Exame Nacional do Ensino Médio(ENEM), foram o bastante para o jovem Clayton Santos Desidério, 18 anos, conquistar vaga no curso de direito na Universidade de São Paulo(USP).

“Talvez eu tenha sonhado em chegar na USP, mas não passava em minha mente que isso poderia ser concretizado. Um exemplo da seletiva que é estar aqui é que só tem três pessoas negras na minha sala, isso mesmo com as cotas. É um orgulho estar aqui”,contou Clayton.

Assim que terminou o ensino médio Clayton passou em história na Universidade Estadual da Bahia(UNEB), mesmo assim continuou estudando no Instituto Quilombo Ilha. No segundo semestre de 2016, ele passa em direito também na UNEB, campus Valença, cursa o primeiro semestre do curso. Não contentado com essas aprovações, em 2017 resolve fazer mais uma vez o ENEM e foi aprovado em direito na USP.

“Ele sempre foi um aluno exemplar, muito focado e com uma preocupação enorme com os colegas de classe. Era notável que ele tinha um objetivo, ele é uma referência para os demais. Para nós da família Quilombo Ilha é um imenso orgulho saber que tem alguém que nos representa na USP”, declara Renato dos Santos, vice-presidente do Instituto Quilombo Ilha.

Clayton conta que não era a pessoa mais estudiosa, mas tinha uma facilidade de memorização e isso facilitava a vida dele. Quando cursou o terceiro ano do Ensino Médio costumava ajudar seus pais em casa e fazer alguns trabalhos fora para levantar uma grana. A noite ele cursava o curso Pré-Enem/Vestibular do Instituto Quilombo Ilha e relata que na maioria das vezes chegava em casa 1 hora da manhã, pela distância entre o Instituto e sua casa, pegava ônibus e o ponto era bem longe.

“Após terminar o terceiro ano, continuei a estudar no Quilombo Ilha e foquei mais nos estudos, estudava a noite. Durante o dia eu estudava em casa, aproveitava todo tempo livre para estudar. Tinha dia que eu passava mais de 10 horas estudando”, ressaltou Clayton.

Para a mãe de Clayton a mudança foi um pouco difícil, devido a distância. “Apesar das dificuldades é muito grato ter um filho lá, ele sempre teve essa vontade. Nós fizemos um sacrifício imenso com essa mudança, mas é um sacrifício que vale a pena. Ele sempre foi um garoto determinado e que nos orgulha”, explica Míriam Santos Desidério, mãe de Clayton.

A USP está entre as melhores universidade do Brasil e o curso de Direito é o grande destaque brasileiro no mais recente ranking da consultoria QS, que analisa mais de 40 áreas de estudo de instituições de ensino superior de todo o planeta.

Por Josy Miranda



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: