Atlético de Alagoinhas: De volta à elite do futebol baiano

Propaganda

Uma festa linda foi o que se viu no estádio Antônio Carneiro, o Carneirão, na tarde deste sábado (26), em Alagoinhas.

A partida entre o Atlético de Alagoinhas e o PFC Cajazeiras reuniu homens, mulheres e crianças que se deslocaram de vários pontos da cidade para apoiar o carcará.

Porém o primeiro tempo foi tenso.O carcará dominou toda a primeira etapa, criou chances, jogadas, mas todas as oportunidades esbarraram nas mãos do goleiro do lobo guará, João Paulo.

E como no futebol vale a máxima do “quem não faz toma”, o PFC Cajazeiras, numa cobrança de falta cobrada da intermediária pelo jogador Wiliam que foi morrer caprichosamente no ângulo esquerdo do goleiro Jair, inaugurou o placar. PFC Cajazeiras 1×0 Atletico de Alagoinhas.

No intervalo, o técnico Arnaldo Lira promoveu a primeira substituição no Atlético, saiu Jarbas para a entrada de Azevedo. E no segundo tempo o time de Alagoinhas continuou indo para cima do PFC Cajazeiras. Aos 14 minutos, o técnico carcará mexeu novamente na equipe, entrou Kel Baiano no lugar de Helton. O Cajazeiras também fez uma substituição, saiu Samba e entrou Hulk.

Aos 25 minutos a alegria da torcida atleticana. Azevedo, que havia entrado no intervalo, faz uma bela cobrança de falta, a bola bate na trave e o oportunista Hercules só faz empurrar para dentro do gol. Atletico de Alagoinhas 1×1 PFC Cajazeiras.

Após o gol, o Cajazeiras fez as outras duas substituições ao qual ainda tinha direito: substituiu Dionísio por Michael e Guga por Higino. Mas nada foi suficiente para tirar o título do Atletico.

Com o empate o Atlético cumpriu seu objetivo da temporada: conquistou o acesso à série A do Campeonato Baiano.

O Atlético de Alagoinhas foi a campo com: Jair; Gustavo, Paulo Paraiba, Alysson e Vicente; Hercules, Sobral e Jarbas(Azevedo); Helton, Deon e João Neto. O técnico foi o Arnaldo Lira

O PFC Cajazeiras foi com a seguinte escalação: João Paulo; Van, Iran, Jeferson e William; Willian K, Guga(Higino), Samba(Hulk) e Dioniso(Michael); Vitinho e Robert. O técnico foi o Salles. (INFOCO)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: