Produtores de Maragogipe, Salinas da Margarida, Vera Cruz e Itaparica recebem equipamentos para criação de ostras

Propaganda

A produção de ostras na Baía de Todos os Santos recebe um grande impulso nesta semana. Os ostreicultores do recôncavo baiano e da Região Metropolitana de Salvador (RMS) receberão, na quinta-feira (26), quase 700 “travesseiros” (locais onde ficam depositadas as sementes de ostras, para crescimento) para o cultivo. A doação dos equipamentos será realizada pela Bahia Pesca, empresa vinculada à Secretaria de Agricultura do Estado (Seagri), às 13h, na comunidade de Coqueiros, em Maragogipe.

Representantes de produtores rurais de Maragogipe, Salinas da Margarida, Vera Cruz e Itaparica receberão os equipamentos, que beneficiarão cerca de 150 famílias nos quatro municípios. Os travesseiros têm capacidade de receber quase 60 mil ostras.

Assistência técnica

Os técnicos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), da Bahia Pesca, em parceria com a empresa Humana Brasil, acompanham as atividades aquícolas desses produtores desde 2016, quando os projetos de ostreicultura começaram a ser planejados.

“Orientamos os produtores durante todo o processo, desde a montagem das mesas (estruturas de sustentação dos travesseiros), instalação dos travesseiros e a limpeza das ostras com retirada de organismos”, explicou a gerente de assistência técnica da Bahia Pesca, Eliana Carla Ramos.

Fonte: Ascom/Bahia Pesca



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: