Ufba terá campus em Camaçari

Propaganda

Um termo de cooperação técnica e científica para a implantação de um campus da Universidade Federal da Bahia (Ufba) em Camaçari, na região metropolitana de Salvador, foi assinado na terça-feira (28). A expectativa da instituição de ensino é estar ativa na cidade ainda no primeiro semestre letivo de 2018.

A assinatura do termo foi feita pelo reitor da UFBA, João Carlos Salles, e pelo prefeito de Camaçari, Antônio Elinaldo da Silva, na presença do ministro da Educação, José Mendonça Bezerra Filho. O evento aconteceu no Teatro da Cidade do Saber, prédio onde vai funcionar, inicialmente, o curso de Bacharelado Interdisciplinar (BI) em Ciência, Tecnologia e Inovação, que este ano abrirá 100 vagas.

O curso será ofertado no turno matutino, na modalidade presencial, com carga horária total de 2.410 horas e duração mínima de seis semestres. O ingresso dos estudantes ocorrerá, como é prática da Ufba, por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A Ufba informou que vai abrir as 100 vagas para o Bacharelado em Ciência, Tecnologia e Inovação em 2018 e nos dois anos seguintes. Posteriormente à instalação definitiva no campus, serão oferecidas 300 vagas no mesmo curso e, a partir de 2021, outras 300 vagas para os cursos de engenharia, que irão compor o segundo ciclo do campus.

O primeiro curso funcionará na Cidade do Saber por dois anos, até a implantação do campus definitivo, numa área onde funcionava o antigo Centro de Pesquisa de Desenvolvimento do Estado da Bahia (Ceped). A área foi cedida à universidade pelo Governo do Estado para abrigar a unidade de ensino, incluindo um terreno contíguo com 40 hectares de área verde, segundo a Ufba.

Através do termo de cooperação assinado, a prefeitura cede, temporariamente, os pavimentos 1 e 2 do edifício do Teatro da Cidade, no conjunto cultural e esportivo Cidade do Saber, para funcionamento provisório e inicial das atividades da UFBA, a partir de março de 2018, até sua transferência para as instalações do Ceped.

As instalações da Cidade do Saber passarão por reformas nos próximos 30 dias para adequar as salas de aula e setores administrativos para o funcionamento do novo curso. O calendário acadêmico, segundo a Ufba, será definido em breve, com a previsão de início das aulas a partir do final de maio.

Estrutura

A Ufba informou que a Superintendência de Meio Ambiente e Infraestrutura da instituição (Sumai) será responsável pelo projeto arquitetônico do campus, que prevê infraestrutura com auditório, biblioteca, restaurante universitário, laboratórios, um edifício para as salas de aula e novas instalações para o funcionamento de colegiados, departamentos, grupos de pesquisas e sala de professores, bem como as demais atividades administrativas, e deve ser concluído em um prazo de dois anos.

O projeto político-pedagógico, segundo a Ufba, seguirá o modelo de formação por ciclos já adotado pela Ufba para os bacharelados interdisciplinares. No ciclo inicial, os estudantes terão a possibilidade de cursar o Bacharelado Interdisciplinar em Ciência, Tecnologia e Inovação, obtendo a titulação em um período estimado de três anos. Em seguida, poderão optar por continuar a sua formação com um segundo ciclo, na área da Engenharia, em Cursos de Progressão Linear previstos para serem abertos no campus.(G1)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: