Seis cidades do interior, incluindo RMS, recebem Mutirão do Primeiro Emprego

 

Ações acontecem de 13 à 27 de março, para egressos da rede estadual de Educação Profissional e Tecnológica

Jovens e adultos das regiões de Simões Filho, Camaçari, Alagoinhas, Ipirá, Feira de Santana e Juazeiro, que concluíram os cursos técnicos de nível médio em 2015, 2016 e 2017, poderão participar dos Mutirões do Programa Primeiro Emprego que acontecem até o dia 27 de março.

Para os técnicos da Região Metropolitana, no dia 13 de março (terça-feira), das 8 às 14hs, a ação acontecerá no Centro Estadual de Educação Profissional em Serviços e Processos Industriais Irmã Dulce, na BR 324, KM 18,5 do CIA/Simões Filho. Para os técnicos de Camaçari, Candeias, Dias D’Ávila, Mata de São João e São Sebastião do Passé, o mutirão será no dia 15 de março (quinta-feira), das 8 às 14hs, no Centro Territorial de Educação Profissional Metropolitano de Salvador (Cetep-RM), na rua Dr. Clayton Leão, 142, Centro (próximo à Rodoviária), em Camaçari.

No interior do estado, o mutirão acontecerá no dia 19 de março, em Alagoinhas, no Centro Territorial de Educação Profissional de Alagoinhas (Cetep-Alagoinhas). Dia 21 de março, em Ipirá, no Cetep de Ipirá. No dia 22 de março, em Feira de Santana, no Centro Estadual de Educação Profissional em Saúde do Centro Baiano; e em Juazeiro, no Cetep de Juazeiro. Todas as ações ocorrerão das 8 às 14 horas.

 

O candidato que comparecer a um dos mutirões, fará a atualização de cadastro no banco de dados da Secretaria de Educação e poderá verificar a disponibilidade de vaga na área em que se formou; em seguida, será encaminhado pela Secretaria de Trabalho (SINE) para conferir se está apto para a legislação do Programa. Se elegível, serão verificadas as notas médias de colocação e encaminhado para uma possível contratação. “Realizar mutirões no interior nos ajuda na atualização dos dados e na busca pelos jovens que faltam para chegarmos aos 9 mil contratados até o final deste ano”, afirmou a presidente da Fundação Luis Eduardo Magalhães – FLEM, Maria Quitéria.

 

Para atualizar o cadastro, o egresso deverá comparecer com a Carteira de trabalho, carteira de identidade (RG) e CPF. Já para efetivar a contratação, precisará também apresentar a carteira de reservista, título de eleitor, último comprovante de votação, comprovante de residência, currículo atualizado, certificado de conclusão do curso ou diploma ou histórico escolar. Para os casados e/ou com filhos, será necessário apresentar também a certidão de casamento, certidão de nascimento do filho (caso tenha filho), cartão de vacinação (dependente com até cinco anos de idade), comprovante de escolaridade (dependente após seis anos), conta bancária, duas fotos 3×4.

 

A remuneração nas instituições privadas é a partir de um salário mínimo; já nas Fundações, o contemplado terá, além de salário mínimo, plano de saúde opcional (Planserv), alimentação, vale transporte. O contrato tem duração de 2 anos no Estado, por meio das Fundações.

A ação será desenvolvida em conjunto pelas secretarias estaduais da Educação, do Trabalho, da Administração, da Casa Civil e pela Fundação Luís Eduardo Magalhães (Flem) e Fundação Estatal Saúde da Família (Fesf).

Ascom FLEM com informações da SECOM/BA



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: