Vai viajar nesse Carnaval? Atenção para cuidados especiais com a saúde

Propaganda

O Ministério da Saúde tem recomendações especiais para a vacina contra a febre amarela. Procure saber quais as vacinas recomendadas para o local de destino e não deixe para a última hora. Há um período, que pode variar entre 10 dias e seis semanas, para atingir a proteção esperada.

Para febre amarela, por exemplo, é recomendável a aplicação ao menos dez dias antes da viagem. Em caso de dúvida, consulte o calendário nacional de vacinação de 2018.

Cuidados com a alimentação

Foto: Jessica Ruscello/UnsplashVai viajar nesse verão? Atenção para cuidados especiais com a saúde

Para evitar diarreias ou afins, lave bem as mãos com água e sabão antes de comer e após usar os banheiros. Só beba água tratada ou vendida em embalagens corretamente lacradas ou de fonte segura.

Alimentos devem estar bem cozidos, fritos ou assados. Evite frutos do mar crus, assim como leite e seus derivados crus, e comidas vendidas por ambulantes. Não coma o alimento se a casca (no caso de frutas e verduras) ou a embalagem estiver danificada. Rótulos de alimento devem conter identificação do produtor e data de validade.

Cuidados com mosquitos e insetos

Foto: Austin Ban/UnsplashVai viajar nesse verão? Atenção para cuidados especiais com a saúde

Se for adepto do ecoturismo ou do turismo rural, a atenção deve ser redobrada para não pegar nenhuma doença transmitida por insetos, mas em ambientes urbanos essas dicas também são válidas.

Suas roupas devem ser compridas e proteger a pele contra picadas de insetos. Após o protetor solar, aplique repelente nas áreas expostas e não se esqueça de reaplicar, caso se molhe ou transpire excessivamente. Procure se hospedar em locais com ar-condicionado, telas de proteção ou mosquiteiros.

Cuidados na ida e na volta

Foto: Killian Pham/UnsplashVai viajar nesse verão? Atenção para cuidados especiais com a saúde

Se ficar doente dentro do avião, ônibus ou outro tipo de transporte no qual estiver fazendo a viagem, comunique a equipe de bordo, que deve tomar providências e alertar serviços de saúde do local para onde você está se deslocando.

Após retornar da viagem, mantenha-se alerta para sintomas como febre, diarreia, problemas de pele ou respiratórios. Se ocorrerem, procure um médico e forneça o máximo de informações sobre o local que você visitou e por onde passou. Se adoecer durante a estadia, evite a automedicação e procure um profissional da saúde.

Fonte: Governo do Brasil, com informações da Associação Brasileira de Agências de Viagens, Ministério da Saúde e Anvisa



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: