Levantamento revela espécies que mais causam intoxicação nos pets

Alunos da Universidade de São Paulo (USP) fizeram um levantamento em clínicas veterinárias da cidade de São Paulo para verificar as principais plantas ornamentais envolvidas em intoxicações de animais domésticos. A pesquisa, liderada pela professora Silvana Lima Gorniak, relacionou 16 espécies que ofereceram algum perigo aos pets, são elas:  antúrio, avenca, azaleia, bico-de-papagaio, comigo-niguém-pode, copo-de-leite, coroa de cristo, espada-de-são-jorge, espirradeira, fumo bravo, lírio, lírio-da-paz, maconha, mamona, tomate verde e violeta.

O estudo constatou que a planta que mais causou acidentes em cães e gatos foi a comigo-ninguém-pode (Dieffenbachia sp), muito cultivada dentro das casas e apartamentos. Ela é bastante apreciada pelas pessoas por causa da beleza de sua folhagem, da facilidade de cultivo e da crença popular de que traz proteção ao lar. Os acidentes podem ocorrer pela ingestão da planta, assim como através do contato com os olhos ou a pele do animal. As manifestações clínicas vão desde um inchaço até irritação e asfixia, podendo, inclusive, causar a morte do pet.

O resultado deste trabalho será divulgado na forma de cartaz em clínicas veterinárias de São Paulo. Desta forma, procura-se prestar um importante serviço social, informando aos proprietários, sobre estas plantas ornamentais potencialmente tóxicas e os possíveis riscos para a saúde de seus animais.

PREVENÇÂO

Para não ocorrer estes acidentes desagradáveis, donos de pets devem manter as plantas longe do alcance dos animais. Mas não é só dentro das residências que os acidentes podem ocorrer. Os donos também precisam ter atenção nos ambientes externos, por exemplo, durante o passeio com o animal, pois as plantas tóxicas estão presentes em muitos lugares públicos.

Caso ocorra intoxicação por plantas, o animal deve ser levado a uma clínica veterinária para avaliação do médico veterinário.

Fonte: Agência USP de notícias



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: