Especialista alerta para “doença do beijo” e sífilis no Carnaval

Propaganda

Curtindo o Carnaval da capital baiana pelo quarto ano seguido, a paulista Marcela Lacerda, 28 anos, garante que vai beijar muito durante a folia na companhia das duas amigas. “Não tem como não entrar no clima. Quando você percebe está envolvida, já está beijando. Salvador é uma terra gostosa”, afirma.

Apesar da diversão, é importante ficar atento em relação à transmissão de doenças. Segundo a bioquímica Olivete Borba, supervisora do projeto Fique Sabendo, que faz a testagem rápida para Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) no Carnaval de Salvador, febre alta, desconforto abdominal, dor muscular e inchaço dos gânglios são alguns dos sintomas do vírus Epstein-Barr (EBV), responsável por causar a mononucleose, a “doença do beijo”.

“Existe um risco grande de contaminação durante o Carnaval. Os sintomas aparecem entre 15 a 20 dias após o contágio. Pode até ser confundida com outras doenças como a infecção da faringe. Não é uma doença simples. Inclusive, estudos apontam que há suspeita de que o vírus esteja associado ao câncer de faringe”, detalha.

Sífilis – A sífilis, mais conhecida como uma doença sexualmente transmissível, também pode ser transmitida pelo beijo. No segundo estágio da doença surgem pequenas feridas na boca. De acordo com a especialista, “há um percentual muito grande de registro dessa doença, maior até mesmo que a mononucleose. Infelizmente, não é possível diagnosticar na rua”.

A bioquímica lembra ainda de recente pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde. Segundo o estudo, 10 soteropolitanos entre 16 e 25 anos estão infectados com HPV, vírus causador do câncer de colo de útero e de outros tipos de tumor.

Com objetivo de fortalecer as maneiras de prevenir essas e outras DSTs, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) vai distribuir 2 milhões de camisinhas durante a folia. Outra ação promovida pela SMS é por meio do programa Fique Sabendo. A estratégia incentiva a detecção precoce de DSTs através da realização de testes rápidos. Os serviços gratuitos são oferecidos em duas unidades montadas no Multicentro Carlos Gomes, na Rua Carlos Gomes, e na Rua Dias D´Ávila, na Barra.

Relação de postos de saúde com preservativos:

  • Estacionamento do Teatro Castro Alves – Rua Leovigildo Filgueira – Garcia.
  • Praça do Terreiro de Jesus. Em frente a Faculdade de Medicina da UFBA.
  • Estacionamento de Baixo – Praça Castro Alves, Ladeira da Montanha.
  • Praça da Piedade.
  • Calçada em frente ao Orixás Center.
  • Rua Professor Lemos de Brito, Transversal entre a Marques de Leão e Afonso Celso.
  • Estacionamento E5 do Shopping Barra, acesso Rua Miguel Bournier.
  • Rua José Sátiro Dias de Oliveira, subindo Shopping Barra.
  • Encontro entre a Rua Álvaro Augusto da Silva e a Rua José Mirabô Sampaio, atrás do Hotel Ondimar.

SECOM 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: