LAU: Um ano de saudades



Há exato um ano o município de Vera Cruz sente a falta de uma liderança política “Lau”, na última eleição do município para prefeito ele concorreu deixando um legado de pouco mais de três mil votos.
Para uma boa parte da população o município hoje tem a convicção que ele sempre teve o seu jeito explosivo nas formas e maneiras de expressar seus sentimentos e a vontade de concertar a sua terra natal buscando sempre fazer o melhor para todos, muitas conquistas na área dos pescadores e maisqueras foram através da sua luta incansável, transformando diversas casas de taipa em casa de construção através da associação na localidade do Baiacu mudando a qualidade de vida de várias famílias.
Um excelente professor a prova está na maneira que a presidente da Associação do Baiacu a senhora Marilda Menezes vem conduzindo a mesma dando continuidade aos projetos já existentes,como também buscando novos sendo referência na região.
Quanto ao legado político esse é uma grande interrogação, pois a ausência política faz com que cada um tome o seu rumo e seu lado, o que é visível são os contatos e interesse nessa “fatia do bolo”, o mais importante de tudo que foi feito entre obras realizações e ser visto como o melhor presidente da Câmara de Vereadores de Vera Cruz era o seu amor contagiante por essa terra, não passava duas vezes tratando opositores como tais e aliados como a sua gente brigando sempre.
Lau foi o autor da celebre frase “Vera Cruz Tem Jeito Só Falta Prefeito” e é  assim que nos quatro cantos da cidade ainda ouve-se  falar “Vera Cruz Tem Jeito Só Falta Prefeito “.

Visão Cidade



Um comentário em “LAU: Um ano de saudades

  • 1 de Janeiro de 2018 em 18:40
    Permalink

    O que conforta aos que creem é que achamos que a Vida não acaba com a morte. Apenas há uma transformação que nos leva a pensar que TUDO aqui é assadeiro e Porisso laboramos em grave erro quando roubamos, pilhamos, assaltamos, praticamos o mal na ilusão desastrosa de que permanecemos…. O pão da Vida nos mostra isto tão claramente… Portanto, apesar de fatos como este que causa dor a tantos , só nos resta dizer como Dto. Agostinho: “ Senhor, seja feita tua vontade”EdilaM. Santos

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: