Oito coisas que você deve excluir da sua página do Facebook agora

Quando o assunto é privacidade, o Facebook não é realmente sua melhor opção. Até mesmo os mais cuidadosos podem estar se expondo demais nessa rede social.

No mês passado, especialistas em segurança avisaram aos usuários para evitar jogos pelo Facebook nos quais os usuários listam nove bandas visíveis… e uma invisível.

Jogos do tipo podem fornecer a hackers as informações que eles precisam para acessar contas de banco online – ou até mesmo adivinhar suas senhas.

Outros detalhes que muitos de nós postamos no Facebook sem pensar duas vezes podem ser altamente arriscados, de acordo com especialistas em segurança. Confira algumas coisas que você deveria deletar agora mesmo da sua rede social.

Seu aniversário

A maioria de nós ama a atenção recebida no Facebook no dia do nosso aniversário, mas será realmente sábio compartilhar essa informação?

Caso você use configurações de privacidade abertas, pode estar ajudando uma pessoa a roupar sua identidade. Coisas como datas de nascimento, por exemplo, podem ser usadas como medidas de segurança por bancos e outras instituições financeiras.

Você pode alterar as configurações de privacidade. Aprenda aqui como fazer isso.

Seu número de telefone

Caso você já tenha colocado seu número de celular no perfil do Facebook para fazer upload de fotos pelo celular, pode ser uma boa ideia repensar essa decisão.

As pessoas podem pesquisar seu perfil utilizando seu número de celular (caso ele esteja definido como público), o que significa que qualquer pessoa para quem você ligou poderia, em teoria, localizá-lo.

Fotos comprometedoras que você curtiu

Seus gostos são muito visíveis no Facebook e podem ser pesquisados, por exemplo, por pessoas que vivem em ‘Londres’ e querem saber se você gosta de ‘Stella Artois’.

Sites de humor na web já utilizaram este tipo de busca para criar listas de pessoas que utilizam aplicativos de sexo casual e também estão listadas como “casados”.

Visite seu perfil e remova quaisquer “curtir” em coisas que você não gostaria que os outros vissem.

Suas respostas para aqueles joguinhos virais

Quizzes e jogos de Facebook podem entregar detalhes pessoais que hackers poderiam utilizar para imitar seu comportamento na internet. Sendo assim, é melhor garantir que você não esteja dando informações demais sobre si mesmo.

Caso seu perfil no Facebook seja público, postar dados pessoais como empregos anteriores pode passar informações “chave” para hackers, que podem ser usadas para burlar a segurança do seu banco online ou de outros serviços similares.

Caso suas postagens sejam públicas, são informações totalmente pesquisáveis por hackers, juntamente com outras informações importantes, como sua data de nascimento, idade ou a cidade onde você mora.

Fatemeh Khatibloo, um pesquisador da Forrester, disse: “Se eu fosse um hacker, me aproveitaria muito disso. Não se dá detalhes da sua vida pessoal dessa maneira.

Sua religião

Essa é uma daquelas informações que nós preenchemos sem pensar quando criamos nosso Facebook.

Revelar detalhes sobre suas posições políticas ou inclinações religiosas pode espantar possíveis empregadores, avisam especialistas em segurança da Norton.

Postagens nas quais você reclama do seu trabalho

Queixar-se do seu local de trabalho nunca é uma boa ideia. Uma reputação deste tipo pode deixá-lo desempregado em dois tempos.

No ano passado, uma jovem funcionária do Yelp escreveu uma carta aberta ao CEO da empresa reclamando do próprio salário.

A carta se tornou rapidamente viral – e ela foi demitida no prazo de duas horas. Novos empregadores também estão cada vez mais propensos a encarar suas reclamações online de forma negativa, então é melhor excluí-las.

Fotos de perfil em festas, especialmente com bebidas alcoólicas

Você pode até achar que ter uma foto de perfil numa festa, ostentando uma garrafa da sua bebida preferia, é uma boa maneira de mostrar seu lado divertido, mas na verdade é uma péssima ideia.

Por mais deprimente que isso seja, fotos deste tipo podem dissuadir empregadores de contratá-lo, impedindo que você consiga aquela tão esperada entrevista de emprego.

Em um caso notório, uma professora americana, Ashley Payne, foi demitida porque sua foto de perfil mostrava a mulher com um copo de vinho em uma mão, e um de cerveja na outra.

Aquelas fotos onde você está caindo de bêbado

A maioria dos funcionários não sabe que os empregadores estão perfeitamente dentro da lei ao espionar suas redes sociais em busca de evidência de atividades como uso pesado de drogas ou álcool.

Os pesquisadores da Queensland University of Technology descobriram que 60% dos funcionários acreditam ter direito a uma identidade privada online, o que simplesmente não é verdade.

Na verdade, os chefes são livres para pesquisar quaisquer informações online com a finalidade de “monitorar” os funcionários – e inclusive, esta é uma prática muito comum.

Rob Waugh
Yahoo News UK(Yahoo)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: