Trecho de obras da Linha Azul está em estágio avançado

Propaganda
Obras de interligação das Avenidas Pinto de Aguiar e Gal Costa estão em estágio avançado
Após a conclusão da primeira etapa da Linha Azul, com a entrega da Avenida Pinto de Aguiar duplicada, mais um trecho das obras realizadas pelo Governo do Estado está em estágio avançado de execução: a interligação com a avenida Gal Costa, que será possível após a construção de quatro túneis (dois túneis duplos) e vias de superfície que permitirão o deslocamento mais rápido entre as duas regiões da cidade. 
Nesta quarta-feira (26), foi finalizado o trabalho de perfuração de um destes túneis, localizado ao lado do Estádio de Pituaçu, na área do antigo ginásio da Universidade Católica do Salvador. De acordo com o diretor de Obras Estruturantes da Companhia de Desenvolvimento Urbano (Conder), Sérgio Silva, enquanto prosseguem os serviços de perfuração dos outros três túneis – dois deles passam sob a Avenida Paralela -, “já foram iniciados os trabalhos de pavimentação das vias que complementam o novo sistema viário no local”.
Cm extensão de 110 metros e três faixas de trânsito, sendo uma delas exclusiva para o transporte coletivo, o túnel, identificado tecnicamente como 4A, é o segundo da Linha Azul com os serviços de perfuração concluídos. Em julho deste ano foi finalizado o mesmo trabalho em um dos dois túneis que integram a Ligação Lobato-Pirajá, na outra extremidade da Linha Azul.
Linha Azul
Corredor de tráfego de aproximadamente 12 km, a Linha Azul foi projetada com o intuito de permitir a ligação direta entre a Orla Marítima (Patamares) e o Subúrbio Ferroviário (Lobato), criando um novo vetor de desenvolvimento, além de viabilizar a integração com o sistema metroviário na linha 2, em fase de implantação na Avenida Paralela.
Além da execução dos serviços de implantação dos seis túneis (quatro que fazem parte da interligação Pinto de Aguiar-Gal Costa e dois da Ligação Lobato-Pirajá), a Linha Azul contará ainda com nove viadutos, ciclovia, sinalização viária, horizontal e vertical, semáforos, urbanização, paisagismo e iluminação pública. O investimento total previsto é da ordem de R$ 647 milhões, oriundos do Governo Federal, por meio do Ministério das Cidades, com contrapartida estadual.(Secom)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: